Combater Transtornos Alimentares
Alimentos para Crescer as Sobrancelhas

Azeite – Combate ao câncer da mama

Cientistas espanhóis da Universitat Autònoma de Barcelona descobriram recentemente que a adição de um pouco de azeite na sua refeição pode ajudar a prevenir câncer de mama. O óleo de oliva actua contra o câncer de mama, atacando os tumores de inúmeras maneiras diferentes.

O azeite realmente inibe o crescimento do tumor e, eventualmente, provoca a destruição do tumor em si.

Conscientes das ligações anteriores entre o azeite e as propriedades anti-câncer, o objectivo era descobrir o raciocínio científico por trás do assunto. Os cientistas descobriram então que uma das razões se prende com o facto de que o azeite desliga as proteínas que os tumores precisam para sobreviver.

Foram assim capazes de incidir os efeitos do azeite no tumor. Baseado fora dos seus resultados, que contrariam o gene que comanda o crescimento dos tumores de câncer de mama, este desliga as proteínas das quais as células cancerosas dependem para crescer e multiplicar-se, e protege o DNA de danos que podem levar ao câncer.”

Em 2006, 40.820 mulheres morreram de câncer de mama. Muitas mulheres começam a ter em conta as propriedades preventivas da dieta mediterrânea. A dieta mediterrânea, que é rica em azeite, tem sido citada como preventiva em diversas formas de câncer. Também se mostrou capaz de proteger contra doenças cardíacas, Alzheimer e Parkinson. Sendo que, mesmo mudando a dieta de região para região, a inclusão pro-dominante de azeite de oliva é uma constante.

Muitos dos que já sofreram de câncer de mama ou tumores mamários decidiram mudar para a dieta mediterrânica. Embora seja muito discutido se esta dieta é realmente eficaz, simplesmente adicionando um pouco mais azeite na sua refeição, poderá estar a fornecer uma série de benefícios.

Felizmente, acrescentar azeite a qualquer refeição é excepcionalmente simples. O azeite pode ser utilizado como substituto da manteiga ou de água, ou colocado em frigideiras ou panelas antes de cozinhar. O azeite de oliva pode ainda ser deitado sobre os alimentos como um realçador do sabor. Tal como acontece com todos os alimentos, não se esqueça de comprar uma marca de alta qualidade biológica de azeite. A última coisa que se deseja é uma qualidade de azeite que faz mais mal do que bem, o que pode acontecer se contiver agrotóxicos.

Um estudo recente descobriu que alimentos tais como o aipo, pêssegos e morangos contêm 47-67 pesticidas por porção. As azeitonas são suscetíveis à absorção dos pesticidas, e esses agrotóxicos atuam como neurotoxinas. As neurotoxinas atacam os nervos, sendo mais activas nas doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer e Parkinson. Para garantir que as azeitonas estão livres de pesticidas basta comprá-las numa fonte local, onde elas crescam organicamente.

O azeite é um meio natural de prevenir e combater os tumores de mama. Também é uma gordura saudável que deve ser incorporada tanto nas dietas para o sexo masculino quanto feminine, nas dietas prórpias para cirurgias, sem os efeitos farmacêuticos que podem levar à degradação, efeitos colaterais e à morte, sendo que o azeite é uma substância natural que pode ajudar o corpo a um nível orgânico.

Combater Transtornos Alimentares
Alimentos para Crescer as Sobrancelhas