Benefícios de saúde do cálcio

Benefícios de saúde de potássio
Benefícios para a saúde de vitamina E ou tocoferol

Entre todos os benefícios do cálcio os mais importantes são que ele auxilia na manutenção da saúde óssea, problemas dentários, prevenção de câncer de cólon, reduz a obesidade, etc. Necessitamos de cálcio desde o nascimento até à velhice. No dia-a-dia infantil, o cálcio é necessário para o crescimento adequado dos ossos e dentes; durante a adolescência como os ossos se desenvolvem, o cálcio é essencial para mais uma vez ajudar nesse desenvolvimento, enquanto que à medida que envelhecemos os nossos ossos tendem a ficar porosos e fracos, assim, necessitando uma ingestão maior de cálcio. Com tantas dietas extravagantes que nos rodeiam, que muitas vezes tendem a evitar todo o grupo alimentar com alimentos ricos em cálcio como os produtos lácteos, que resulta numa deficiência de cálcio. Relatórios dizem que as doenças derivadas da deficiência de cálcio estão a aumentar, particularmente as mulheres que estão com dietas de baixas calorias para emagrecerem, muitas vezes enfrentam o problema da osteoporose. Assim, é extremamente importante consumir bastante cálcio, juntamente com vitamina D, magnésio e K2 ao longo de toda sua infância e adolescência.

 

O cálcio represnta 2% do peso total do corpo de um adulto O cálcio encontra-se no corpo humano em depósitos nos ossos e dentes em grandes quantidades. O cálcio também está presnte no sistema circulatório, o que evita hemorragias fatais.

O cálcio está disponível no leite e nos produtos lácteos, como queijo e iogurte . Além disso, as nozes, conservas de salmão, sementes e leguminosas também são boas fontes de cálcio. É uma ideia popular de que o leite é a maior fonte de cálcio, mas não é assim, os brócolos podem aumentar os níveis de cálcio na sua dieta. Vale ressalvar que no leite meio-gordo ou magro, conteúdo de cálcio é quase igual. Peixes como salmão e a sardinha, vegetais de folhas verdes, como os brócolos, espinafres, sumo de laranja, cereais, ostras, arroz, soja, amêndoas, feijão-frade, ervilhas verdes, e o queijo ricotta também são ricas fontes de cálcio.

Sintomas de deficiência de cálcio: Perceber a deficiência de cálcio no organismo é bastante fácil. transpira-se, quando os seus músculos doem e tem contrações musculares, ou começa a ter cãibras e espasmos imprevistos, palpitações, tensão alta, osteoporose, doenças nos dentes e nas gengivas, insónias, cólicas pré-menstruais, tetania, hipertensão e artrite também indicam deficiência de cálcio. Muitas vezes, muitas crianças sofrem de raquitismo, os ossos se tornam fracos e flexíveis, eles têm pernas arqueadas, o peito afundado e nodúlos nas vértebras, eles não foram alimentados com cálcio desde o nascimento. Assim, a ingestão regular do cálcio é muito importante no crescimento das crianças e adolescentes, pois ele pode reduzir substancialmente os riscos de osteoporose na velhice. Esta doença óssea é comum numa em cada três mulheres e nos homens, um em cada 12, acima de 50 anos de idade.

 

Benefícios do Cálcio: O cálcio é um mineral essencial para ter ossos, gengivas e dentes saudáveis. Os médicos geralmente recomendam que as mulheres tomem suplementos de cálcio, quando mostram os primeiros sinais de problemas ósseos, como osteoporose ou osteopenia.

  • Fortalece os ossos –  O cálcio fortalece os ossos da coluna e assegura o direito de fortalecer o corpo para além de reduzir os riscos de dores nas costas. O cálcio ajuda a manter os ossos em boa forma e impede muitos problemas esqueléticos, como artrite e osteoporose, que poderão prejudicar o andar, além de o tornar extremamente dolorosa.

 

  • Previne a obesidade – O cálcio é eficiente a ajudar a manter um peso corporal ideal nos homens e mulheres. Se houver deficiência de cálcio na sua dieta, o organismo tende a libertar a hormona da paratiroide, que por sua vez estimula a libertação de cálcio para os ossos na sua corrente sanguínea, mantendo assim o equilíbrio. Por outro lado, a hormona paratiroide também estimula a produção de gordura e impede a sua redução, o que pode torná-lo obeso. Assim, garantindo que está a tomar a quantidade certa de cálcio, de modo que não aumente de peso e que não sofra com outros problemas de saúde.

 

  • Protege músculos cardíacos –  O cálcio protege os seus músculos do coração. As quantidades suficientes de cálcio ajudam os músculos cardíacos a fazerem as contraçõe e relaxamentos corretamente. O cálcio também ajuda o sistema nervoso a manter a pressão adequada nas suas artérias. Se há uma quebra de cálcio, uma hormona chamado calcitrol é liberada queprovoca as contrações na musculatura lisa das artérias, aumentando assim a pressão arterial. Os músculos cardíacos necessitam de iões de cálcio extracelular para a contração. Quando a concentração intracelular de cálcio aumenta, os iões de cálcio se reúnem à proteína troponina que estimula os líquidos extracelulares e depósitos intracelulares, até mesmo o músculo do esqueleto, que só é ativado pelo cálcio armazenado no retículo sarcoplasmático.

 

  • Previne cancro do cólon – A dose  adequada de cálcio garante a diminuição do risco total do cancro do cólon e suprime o crescimento dos pólipos que podem levar ao cancro. Suplementação de cálcio reduz o risco de adenomas, também de tumores não-malignos no cólon. Este é realmente um precursor do cancro do cólon, no entanto ainda não é conhecido se a ingestão de cálcio minimiza o risco do cancro por completo. O excesso de cálcio que é deixado no seu intestino depois do seu corpo absorver o que precisa. No seu caminho através do cólon, julga-se que esse cálcio que não é absorvido liga os promotores de câncer assim que são excretados do corpo. Estudos têm demonstrado que ambas as fontes alimentares de cálcio e suplementos de cálcio fornecem esse efeito protetor. O suplementos de cálcio devem ser tomados na forma líquida, pois as vitaminas líquidas são absorvidas 5 vezes melhor do que as pílulas.

 

  • Impede sindroma pré-menstrual – A quantidade adequada de cálcio diminui os sintomas do siíndroma pré-menstrual, como tonturas, alterações de humor, hipertensão e assim por diante. O baixo nível de cálcio pode desencadear a libertação de hormonas, que são responsáveis pela sindroma pré-menstrual, incluindo irritabilidade e depressão, entre outros.

 

  • Previne cálculos renais – As pedras nos rins são realmente os depósitos cristalizados de cálcio e de outros minerais no trato urinário humano. A forma mais comum de pedras nos rins é a de cálculos de oxalato. Anteriormente, pensava-se que a ingestão elevada de cálcio ou a absorção elevada de cálcio desenvolvia pedras nos rins, mas os últimos estudos mostram que a alta ingestão de cálcio na dieta diminui consideravelmente os riscos das pedras nos rins. Em suma, a dieta de cálcio não causa pedras nos rins, mas o excesso de cálcio presente na água é que resulta nas pedras nos rins. Outros fatores como um grande consumo de oxalato a partir de vegetais folhosos como couve e espinafre, e um reduzido consumo de líquidos pode provar ser uma grande causa das pedras nos rins.

 

  • Garante um nível de pH alcalino saudável: Comida de plástico, excesso de açúcares e conservas contribuem na formação de acidez no corpo, que por sua vez pode dar origem a várias doenças como o cancros, pedras nos rins e hipertensão. O cálcio ajuda a manter um nível de pH saudável, melhorando assim a sua vitalidade e saúde em geral.

 

  • Controla a tensão arterial – Algumas pesquisas declararam que uma dieta vegetariana contendo uma quantidade elevada de cálcio, magnésio e potássio, e fibras se mostraram eficazes na redução da tensão arterial. Enquanto outras pesquisas concluíram com opiniões diferentes que, uma maior ingestão de cálcio é má para a hipertensão. Mais tarde, foi visto que a razão para tais resultados variados foi porque esses estudos só testaram o efeito dos nutrientes, em vez das fontes de alimento que contêm esses nutrientes. O Instituto Nacional de Saúde realizou uma pesquisa chamada "Aproximações Dietéticas para parar a Hipertensão (DASH) ". A dieta tipicamente americana foi comparada com duas dietas alteradas que eram ricas em frutas e legumes e uma dieta combo "DASH"  recheada com frutas, vegetais e cálcio. Os resultados mostraram que o aumento da ingestão de cálcio resulta em diminuição da tensão arterial.

Para ajudar a testar o efeito combinado de nutrientes, incluindo cálcio dos alimentos sobre a tensão arterial, foi realizado um estudo para investigar o impacto de vários padrões alimentares sobre a pressão arterial. Este estudo examinou os efeitos de três dietas diferentes sobre a pressão arterial elevada. No geral, parece que a ingestão de um consumo adequado de frutas e vegetais, bem como o cálcio desempenha um papel significativo no controle da pressão arterial.

  • Mantém dentes e gengivas saudáveis ​​- O cálcio protege os dentes, mantendo o osso da mandíbula forte e resistente durante toda sua vida, que por sua vez garante uma forte estrutura de dentes, onde as bactérias não podem prosperar. Assim, antes que os seus dentes e gengivas comecem a dar problemas, assegure que tem uma dieta rica em cálcio regularmente. A ingestão de cálcio deve ser elevada, principalmente a partir de tenra idade, para que o seu filho cresça naturalmente com dentes fortes.

 

  • Ajuda no transporte de nutrientes – O cálcio ajuda na fácil circulação de nutrientes através das membranas celulares.

O cálcio é o mineral mais importante, mas temos a tendência para o negligenciar demais. A maioria das crianças rebelam-se quando é para tomar leite e, eventualmente, com o avanço da idade param completamente de o beber. Deve ser dado a conhecer que a deficiência de cálcio pode resultar em muitas doenças graves a longo prazo. O cálcio é um elemento vital para qualquer dieta saudável. Se o leite e produtos lácteos não são desejáveis, deve-se tentar combinar esses ingredientes com outros, com os cereais, e fazer refeições que incluam o leite e produtos lácteos. No entanto, hoje quase todas as farmácias têm suplementos de cálcio, mas é sempre aconselhável tomar o aconselhamento de um médico antes de iniciar qualquer tratamento.

 

Benefícios de saúde de potássio
Benefícios para a saúde de vitamina E ou tocoferol

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Elefantíase – Sintomas, Causas e Tratamentos

Elefantíase ou filariose linfática, é uma doença rara do sistema linfático causada por vermes parasitas, tais como Wuchereria bancrofti ,...

Fechar