Canela – Propriedades Medicinais

Confrei - Efeitos Secundários
Astrálago - Interacções Medicamentosas

A Canela, a mais popular e a mais vulgar das especiarias, é proveniente do Sri Lanka, de uma árvore extremamente aromática.
A Canela tem várias propriedades medicinais, já conhecidas e utilizadas como medicamento durante a época medieval, para o tratamento da tosse, da rouquidão, da dor de garganta, de resfriados e gripes, bem como de problemas de saúde ligados ao sistema digestivo.

Além do uso medicinal, a canela foi usada como conservante – nomeadamente na conserva de carnes – já que a existência de fenóis (compostos orgânicos) contidos na sua estrutura inibem o crescimento de bactérias.

Vários estudos efectuados indicam que a canela tem propriedades antifúngicas, antibacterianas e antiparasitárias; é muito eficaz na luta contra infecções fúngicas orais e vaginais, úlceras de estômago, e parasitas capilares, entre outras.

A canela tem propriedades anti-inflamatórias que auxiliam na diminuição da inflamação do organismo provocada pelas dietas alimentares ocidentais ricas em alimentos fritos e gorduras .
Em estudos recentes, chegou-se á conclusão que a canela pode ajudar eficazmente na prevenção da diabetes tipo 2, controlando os níveis de açúcar no sangue, ao mesmo tempo que ajuda na diminuição dos níveis do mau colesterol e de triglicéridos.

Num estudo feito no Paquistão, em pessoas com diabetes tipo 2, foi administrado 1 grama de canela por dia, durante 40 dias; os resultados mostraram uma diminuição significativa dos níveis de açúcar, de LDL (mau colesterol), do colesterol total e dos triglicéridos, no sangue.

Historicamente, tanto a canela como o óleo de canela são mencionados 130 vezes na Bíblia, incluindo no Êxodo 30: 22-25, onde é dito que Moisés usou esses ingredientes para o seu óleo de unção.
Também se queimava canela e óleo de canela em funerais e os Egípcios utilizavam-nos nos seus processos de embalsamento.

O Canelo, a árvore donde provém a canela, é originária do Ceilão (Sri Lanka) e remonta a 2800 AC; aparece documentada, pela primeira vez, na China.
O Canelo pertence á família das lauráceas e é do corte inferior da sua casca que provém a canela.

A Canela, na antiguidade, tinha um valor de tal maneira alto que para a sua obtenção se travaram guerras, foi utilizada como moeda de troca e muito apreciada pelas sua propriedades afrodisíacas.
Embora proveniente do Sri Lanka, hoje em dia é cultivada tanto em Java, Sumatra, Bornéu, Maurícias, Reunião e Guiana, como ainda na América, Índias Ocidentais, Vietnam, China, Indonésia, entre outros países de clima tropical.

Nos fins do século 17 a canela era tão popular que a Holanda, França, Inglaterra e Portugal lutaram pelo controle da ilha de Ceilão (Sri Lanka) para obter o monopólio do cultivo da canela.
Hoje em dia, a canela está espalhada pelo mundo inteiro; a oferta é abundante e acessível para a maioria das pessoas.

A canela além de cheirar bem e de ter um sabor muito agradável, também tem outras vantagens a nível da saúde.
Se quiser algo diferente para barrar o seu pão ao pequeno almoço, misture uma colher de chá de canela com um copo de mel e espalhe sobre o pão; o sabor é delicioso. Pode também, adicionar uma colher de sopa de canela ás maçãs ao fazer compota de maçã; para além do sabor agradável vai ajudar a conservar a compota na geladeira durante semanas.

Confrei - Efeitos Secundários
Astrálago - Interacções Medicamentosas

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Benefícios para a Saúde do Óleo de Gérmen de Trigo

Investigações demonstraram que a obtenção de nutrientes através de uma dieta saudável é naturalmente muito mais eficaz do que tentar...

Fechar