Cirrose – Causas, Sintomas e Tratamento

Por setembro 15, 2011 Doenças Sem Comentários
Elefantíase - Sintomas, Causas e Tratamentos
Síndrome de Klinefelter - Sintomas e Tratamentos

A cirrose é o dano do fígado e má função hepática. É a fase final da doença hepática crônica.

 

Causas, incidência e fatores de risco

A cirrose é o resultado final do dano hepático crônico causado por doenças crônicas do fígado. As causas mais comuns de doença hepática crônica incluem:

  • Hepatite C   
  • O abuso de alcoól

 

Outras causas da cirrose incluem:

  • Inflamação do fígado
  • Distúrbios do sistema de drenagem do fígado (do sistema biliar), tais como cirrose biliar primária e colangite esclerosante primária
  • Hepatite B
  • Medicamentos
  • Distúrbios metabólicos de ferro e de cobre ( hemocromatose e doença de Wilson )
  • Doença hepática gordurosa não alcoólica e esteatohepatite não-alcoólica  

 

Sintomas

Sintomas podem se desenvolver gradualmente, ou pode não haver sintomas.

Quando os sintomas ocorrem, eles podem incluir:

  • Indigestão ou dor abdominal
  • Confusão ou problemas de pensamento
  • Impotência, perda de interesse em sexo
  • Náuseas e vômitos
  • Hemorragias nasais ou sangramento nas gengivas
  • Fezes pálidas ou cor de barro
  • Vômitos de sangue ou sangue nas fezes
  • Fraqueza
  • Perda de peso
  • Cor amarela na pele ou olhos

 

Sinais e testes

Durante o exame físico o médico pode encontrar:

  • Um aumento do fígado ou baço
  • Excesso de tecido mamário
  • Distenção do abdome, como resultado da acumulação de muito líquido
  • Palmas das mãos avermelhadas
  • Testículos pequenos
  • Veias alargadas (dilatadas) na parede do abdômen
  • Pele ou olhos amarelados (icterícia)

Os testes podem revelar problemas de fígado, incluindo:

  • Anemia
  • Problemas de coagulação
  • Problemas da função do fígado

Os seguintes testes podem ser usados ​​para avaliar a condição do fígado:

  • A tomografia computadorizada (CT) do abdômen
  • A ressonância magnética (RM) do abdômen
  • Endoscopia para verificar veias dilatadas (varizes) no esôfago ou estômago
  • Ultra-som do abdômen

A biópsia hepática pode confirmar cirrose.

 

Tratamento

Todos os pacientes com cirrose podem se beneficiar de mudanças de estilo de vida determinados, incluindo:

  • Parar de beber álcool.
  • Limitar o sal na dieta.
  • Comer uma dieta nutritiva.
  • Serem Vacinados contra a gripe, hepatite A e hepatite B e pneumonia pneumocócica
  • Informe o seu médico sobre todos os medicamentos sem receita médica, quaisquer ervas e suplementos que você está a tomar agora ou está pensando em tomar.

Quando a cirrose evolui para fase final da doença do fígado, os pacientes podem ser candidatos para um transplante de fígado .

 

Grupos de Apoio

Muitas vezes você pode aliviar o estresse causado pela doença unindo-se um grupo de apoio cujos membros compartilham experiências e problemas comuns.

 

Expectativas (prognóstico)

A cirrose é causada um dano permanente do fígado. Uma vez que a cirrose se desenvolve, não é possível curar o fígado ou fazê-lo voltar à sua função normal. É uma condição grave que pode levar a várias complicações.

A gastroenterologista ou especialista em fígado (hepatologista) deve ajudar a avaliar e gerir complicações. A Cirrose pode resultar na necessidade de um transplante de fígado.

 

Complicações

  • Hemorragias ( coagulopatia )
  • Acúmulo de líquido no abdome (ascite) e infecção do fluido (peritonite bacteriana)
  • Veias dilatadas no esôfago, estômago, intestinos ou que sangram com facilidade (varizes esofágicas)
  • Aumento da pressão nos vasos sanguíneos do fígado 
  • Insuficiência renal ( síndrome hepatorrenal )
  • Câncer de fígado ( carcinoma hepatocelular )
  • Confusão mental, alteração no nível de consciência, ou coma ( encefalopatia hepática )

 

Ligar para o provedor de cuidados de saúde

Solicite assistência médica se:

  • Você desenvolver sintomas de cirrose

Ligue para seu provedor, vá para a sala de emergência, ou ligue para o número de emergência local se você tem:

  • Dor abdominal ou no peito
  • Inchaço abdominal
  • A febre (temperatura superior a 37 ° C)
  • Diarréia
  • Sente Confusão ou existe uma mudança no estado de alerta,
  • Sangramento retal, sangue, vômito ou sangue na urina
  • Falta de ar
  • Vômitos mais de uma vez por dia
  • Pele amarelada ou olhos (icterícia)

 

Prevenção

Não beba muito álcool. Se você achar que a bebida está ficando fora de controle, procure ajuda profissional.

Medidas para prevenir a transmissão de hepatite B ou C incluem:

  • Evitar o contacto sexual com uma pessoa que tem hepatite B ou C aguda ou crônica
  • Use um preservativo e praticar sexo seguro.
  • Evite compartilhar objetos pessoais, tais como lâminas de barbear ou escovas de dentes.
  • Não compartilhe agulhas de drogas ou parafernália de outras drogas (como canudos para cheirar drogas).
Elefantíase - Sintomas, Causas e Tratamentos
Síndrome de Klinefelter - Sintomas e Tratamentos

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Síndrome de Klinefelter – Sintomas e Tratamentos

O que é a síndrome de Klinefelter?   A síndrome de Klinefelter, também conhecida como a condição XXY, é um...

Fechar