Cohosh Preto – Efeitos Secundários

Couve - Benefícios para a Saúde
Bardana - Dosagem e Administração

O uso de plantas é uma abordagem muito reconhecida para o fortalecimento do organismo e o tratamento de doenças. No entanto, as plantas podem provocar efeitos colaterais e podem interferir com outras ervas, suplementos ou medicamentos. Por estas razões, deverá tomar as ervas com cuidado, sob a supervisão de um médico.

Algumas pessoas que tomam grandes doses de cohosh preto relatam efeitos colaterais, incluindo dor abdominal, diarreia, tonturas, dores de cabeça, dores articulares, náuseas, batimentos cardíacos lentos, tremores, confusão visual, vómitos e aumento de peso. Deve evitar o uso do cohosh preto no caso de sofrer de doenças que o tornam sensível a hormonas, como o cancro da mama, a endometriose, o cancro do ovário, o cancro do útero ou fibromas.

Não se sabe ao certo se o cohosh preto estimula o crescimento de células do cancro da mama ou se inibe o seu crescimento. As pesquisas têm sido limitadas e têm registado resultados mistos. Mulheres com historial de cancro da mama e aquelas com elevado risco de desenvolverem este cancro (por exemplo, com casos familiares de mães ou irmãs com cancro da mama), não devem tomar cohosh preto sem antes falarem com um médico.

Têm sido relatados alguns casos de toxicidade hepática, mas não foi verificada uma associação directa com a ingestão do cohosh negro. No entanto, não deverá usar o cohosh preto no caso de ter danos no fígado ou de beber bebidas alcoólicas em quantidades excessivas. Mulheres grávidas e lactantes devem evitar esta planta, dado que pode estimular contracções e levar ao parto prematuro.

Couve - Benefícios para a Saúde
Bardana - Dosagem e Administração

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Benefícios para a Saúde do Óleo de Gérmen de Trigo

Investigações demonstraram que a obtenção de nutrientes através de uma dieta saudável é naturalmente muito mais eficaz do que tentar...

Fechar