Dieta Depois da Gravidez

Por maio 22, 2014 Dieta Sem Comentários
Pimentas e Pimentões podem ajudar a emagrecer
Ganhar peso no início de uma dieta?

As Mulheres que tenham acabado de ter seus bebês precisam de energia e resistência para cuidar de seus recém-nascidos. Muitas também estão preocupadas com a perda do excesso de peso ganho durante seus nove meses de gravidez. No entanto, as mães que estão amamentando seus bebês também precisam ter certeza de que elas estão oferecendo seus bebês com leite materno de boa qualidade e evitar alimentos que podem causar problemas como cólicas em seus recém-nascidos. Ass mães têm que comer alimentos ricos em nutrientes e evitar certos alimentos que não são úteis na dieta pós-gravidez.

Dieta Pós-gravidez

O período pós-gravidez é um período muito importante para a mãe e para o bebê. Aqui estão alguns alimentos que as mães devem comer e evitar para manter a boa saúde para si e para seus bebês.

Alimentos para comer

  • Peixe: Salmão – De todos os peixes gordos disponíveis no mercado, o salmão chega perto de ser a potência nutricional perfeita. Os peixes gordos como o salmão sãio ricos em DHA, um tipo de gordura saudável que é importante para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê. Embora o leite materno contenha essencialmente DHA, uma dieta rica em gordura pode aumentar seus níveis. Para as mães, o DHA de salmão pode ajudar a melhorar o humor e prevenir a depressão pós-parto. No entanto recomenda se limitar o consumo de peixes de grande porte em mulheres que amamentam, gestantes e mulheres que queiram engravidar. As diretrizes sugerem limitar a ingestão de uma média de duas porções por semana. A razão para esta limitação é evitar que o bebé ser exposto a níveis elevados de mercúrio, que podem ser encontrados em peixes de grande porte.
  • Carne: carne magra – As mães também podem aumentar a sua energia pela ingestão de alimentos ricos em ferro, como carne magra. Uma dieta que é carente de ferro pode drenar os níveis de energia, o que pode tornar mais difícil para as mães acompanharem as demandas de um bebê recém-nascido. Carne magra também é uma excelente fonte de proteínas e vitamina B12, que pode dar-lhe a força extra e resistência.
  • Frutas: mirtilos e laranjas – as mães que amamentam precisam de pelo menos duas porções de fruta ou suco de frutas todos os dias. Mirtilos são ricos em antioxidantes na forma de vitaminas e minerais, assim como outros produtos químicos naturais de plantas que promovem a boa saúde. Eles também são uma excelente fonte de carboidratos que fornecem energia. As laranjas são frutos, que também podem aumentar a energia das mães. Como outras frutas cítricas, laranjas são excelentes para as mães que precisam de mais vitamina C. O suco de laranja também pode ajudar as mães a obter quantidade suficiente de vitamina C e energia para o dia e amamentação. Suco de laranja fortificado com cálcio é uma ótima opção para a saúde dos ossos também.
  • Vegetais: folhas verdes – vegetais de folhas verdes, como espinafre, brócolis e acelga, são ricos em vitamina A, que é bom para a mãe e o bebê. Eles são uma excelente fonte não láctea de cálcio e outros nutrientes, como ferro e vitamina C. Os legumes são também saborosos, ricos em antioxidantes, e não engordam, uma vez que são baixos em calorias.
  • Leguminosas – feijão de cor escura, como feijão preto são uma ótima opção para as mães, especialmente as vegetarianas. Eles são uma fonte barata de proteína e ferro.
  • Lácteos – Vários produtos lácteos são importantes na dieta pós-gravidez e na amamentação saudável. Estes incluem leite, iogurte e queijo. Eles proporcionam às mães e aos bebés com proteínas, cálcio, vitamina B e de vitamina D. Estes são importantes para o desenvolvimento dos osso dos bebés. As mães são aconselhadas a incluir pelo menos três xícaras de produtos lácteos por dia na dieta.
  • Todo o pão de trigo – pães integrais e massas de trigo que são enriquecidos com ácido fólico também são importantes para o desenvolvimento do bebê e da boa saúde. Além disso, esses produtos também são ricos em ferro e fibra, que são benéficos para a saúde da mãe.
  • De grãos inteiros de cereais – As mães muitas vezes passam noites sem dormir e precisam de um impulso de energia durante o dia. Um pequeno-almoço saudável com cereais integrais pode fornecer às lactantes com vitaminas essenciais e outros nutrientes para satisfazer as suas necessidades diárias. Cereais como aveia podem ser misturada com leite desnatado e algumas frutas como bagas para fazer um pequeno-almoço delicioso e saudável.
  • Ovos – A gema do ovo é naturalmente rica em vitamina D, que é um nutriente essencial que garante ossos fortes e crescimento ósseo adequado. Os ovos são igualmente importantes para atender às nossas necessidades diárias de proteínas. As mães podem comer  ovos no café da manhã, fazer uma omelete ou adicionar um ovo cozido com salada de legumes para o jantar. Também é aconselhável escolher ovos DHA fortificados, que podem aumentar os níveis de ácidos graxos no leite materno.
  • Água – Amamentação pode levar à desidratação, de modo a manter a hidratação adequada e garantir a produção de leite adequada, as mães devem beber muita água. Você também pode atender às suas necessidades de fluidos utilizando outras substâncias como leite e suco de frutas, mas é melhor ficar longe de bebidas com cafeína, como chá e café.

Alimentos a serem evitados

  • Comida com Sabor forte – As mães que amamentam devem evitar alimentos excessivamente aromatizados ou picantes, especialmente pimentão, porque estes podem irritar o estômago e causar e indigestão.
  • Comida Gordurosas – A mãe que amamenta deve evitar alimentos fritos e lanches, que são muito ricos em calorias e gordura. Alimentos gordurosos induzem fadiga, alterações de humor. Evite carnes fritas, hambúrgueres, ovos fritos, e qualquer tipo de fast food. Estes alimentos são ricos em gorduras trans, que são prejudiciais para o coração. Optar por óleos saudáveis ​​ao cozinhar, e estes incluem o óleo de canola e óleo de oliva.
    Batatas fritas e outros tipos de alimentos estão cheios de gordura indigesta que tem calorias vazias. Eles fornecem conteúdo nutricional zero e fazem-na ganhar peso, tornando mais difícil de perder flacidez extra.
  • Alguns legumes – Alguns vegetais são difíceis de digerir e podem causar acúmulo de gás no trato gastrointestinal. Estes incluem cebolas, pepinos, couve-flor, brócolis, pimentão verde, repolho, ervilhas e tomates. Eles devem ser comidos com moderação e devem ser bem preparados e não consumidos crus.
  • Alimentos indigestos – Alguns alimentos que não são facilmente digeridos e podem causar prisão de ventre e inchaço.
  • Açúcar – doces feitos a partir de cana-de-açúcar ou açúcar mascavo em vez de açúcar branco deve ser comidos em pequenas quantidades.
  • Os alimentos que causam gases – A mãe que amamenta precisa evitar alimentos e bebidas que são susceptíveis de produzir gás, uma vez que isto pode ser transmitido para o bebê.
  • Os alimentos frios e bebidas – Algumas mães aconselham novas mães de comer alimentos quentes em vez de alimentos frios ou bebidas após o parto.
  • Alimentos enlatados – As mães que amamentam são aconselhadas a evitar bebidas carbonatadas, sucos enlatados e outros tipos de comida enlatada. Os alimentos enlatados contêm sal e outros conservantes que podem ser prejudiciais para a mãe e o bebê.

A dieta pós-gravidez saudável vai ajudar uma mãe a lidar com as exigências de cuidar de um bebê e ao mesmo tempo promover a sua própria saúde, reduzir o excesso de peso e garantir o bom crescimento e desenvolvimento do bebê.

Pimentas e Pimentões podem ajudar a emagrecer
Ganhar peso no início de uma dieta?

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Manchas de suor

Ter Manchas de suor na sua roupa pode ser embaraçoso e causar danos à sua roupa. Leia este artigo para...

Fechar