Dietas Líquidas

Por setembro 3, 2011 Dieta Sem Comentários
Dieta Alcalina - Vantagens e Desvantagens
A Dieta das Proteínas

Definição

Dietas Líquidas é um termo que engloba uma ampla gama de dietas que atendem a uma variedade de funções. Pode significar substituto de refeição parcial ou total tanto por líquidos claros como por não-claros. Os médicos prescrevem frequentemente uma dieta líquida para antes ou depois de determinadas cirurgias, ou para pacientes que são clinicamente obesos. As pessoas também utilizam esta dieta para fazer jejum ou perder peso.

Origens

As primeiras utilizações das dietas líquidas datam de há séculos atrás porque as antigas cerimônias religiosas muitas vezes envolviam jejum, e muitas culturas serviam apenas caldo de carne a pacientes doentes. Há décadas que os médicos têm prescrito uma dieta líquida aos pacientes antes deles serem submetidos a uma cirurgia. Somente nas últimas décadas têm havido vários programas de perda de peso clinicamente monitorados, tais como o Optifast, e programas disponíveis comercialmente, tais como Slim Fast.

Descrição

As dietas líquidas são uma ampla categoria de dietas que podem ser utilizadas ​​para inúmeras razões diferentes. Isso significa essencialmente que substitui refeições regulares de alimentos sólidos por bebidas líquidas. Para muitos procedimentos médicos é útil, ou até mesmo necessário, que os pacientes consumam líquidos somente antes ou depois da operação. As pessoas também consomem apenas líquidos durante períodos de jejum. Quando uma pessoa é diagnosticada como sendo seriamente obesa, um médico pode decidir que a pessoa deve passar por um programa de perda de peso observado clinicamente, como o Optifast. Existem também vários programas como o Slim Fast, que imitam os programas medicamente observados, mas de uma forma menos severa que pode ser seguida sem supervisão.

Dietas líquidas para procedimentos médicos

Antes dos pacientes serem submetidos a determinados procedimentos médicos, um médico pode recomendar uma dieta líquida. Isto é feito para limpar o sistema digestivo e diminuir a pressão sobre os órgãos digestivos. Esta dieta permite que o paciente adquira as calorias necessárias, nutrientes e fluídos, enquanto minimiza o impacto digestivo. Testes que podem requerer esta dieta incluiem a sigmoidoscopia, a colonoscopia, uma ressonância magnética, e alguns raios-x. Procedimentos cirúrgicos que podem exigir uma dieta líquida incluem a maioria dos tipos de cirurgia oral séria, assim como quase qualquer cirurgia ao estômago ou ao intestino. Muitos procedimentos cirúrgicos, como uma cirurgia bariátrica, também podem exigir que o paciente siga uma dieta líquida após a operação, enquanto recupera a capacidade de digerir alimentos sólidos.

Embora as orientações sejam diferentes consoante o procedimento, seguir uma dieta líquida como preparação para um procedimento médico geralmente significa beber apenas líquidos que podem ser vistos à temperatura ambiente. Isso significa que água, sumo, caldo, gelo e gelatina são geralmente aceitáveis. Sopas que contenham legumes, macarrão, carne ou arroz não são geralmente permitidas. Enquanto o leite é normalmente aceitável, o iogurte já não o é. Quando um médico prescreve uma dieta líquida, este vai dizer ao paciente as orientações específicas, incluindo um período de tempo durante o qual a dieta deve ser seguida, e muitas vezes fornece informações sobre os tipos de fluídos que são permitidos.

Jejum

Muitas pessoas realizam períodos de jejum por uma variedade de razões. Enquanto alguns jejuns exigem que apenas se beba água, ou que não se consumam líquidos de todo, o jejum normalmente significa abstinência de comer alimentos, mas não de beber líquidos. A maioria das religiões mundiais mais populares exigem períodos de jejum em certas alturas, pela tradição, por razões de expiação, para limpar a mente, como forma de luto, para purificação, bem como por outras razões espirituais. A tradição judaica diz que o jejum deve ser feito durante o Yom Kippur ou Kippur, um dos dias mais importantes do judaísmo. Muitos cristãos jejuam durante a Quaresma. Os muçulmanos tradicionalmente fazem jejum durante os dias do Ramadã. Muitos ascéticos budistas e hindus também praticam o jejum periodicamente. Muitas pessoas também fazem jejum por questões de saúde, porque acreditam que o jejum possa limpar o corpo das toxinas e algumas ainda acreditam que podem curar doenças. Historicamente, o jejum também tem sido usado por razões políticas, como uma forma de protesto, como os realizados por Mohandas Gandhi nos anos de 1920 e 1930.

Por qualquer razão que seja feito, o jejum nunca deve ser usado para perder peso. Profissionais médicos discordam se o jejum deve ser usado por outras razões, mas é maioritariamente aceite que o jejum não é uma forma eficaz de perder peso e que pode ser muito perigoso. O jejum não só retarda os processos metabólicos, o que significa que pode realmente resultar num aumento de peso total, como também enfraquece o sistema imunológico e pode tornar as pessoas vulneráveis ​​a muitas doenças e estados graves, incluindo insuficiência do fígado e insuficiência renal. As pessoas que consideram fazer jejum devem consultar sempre o seu médico para se certificarem de que não estão a arriscar a sua saúde.

Dietas líquidas para perda de peso médicamente assistida

Quando uma pessoa é extremamente obesa, um médico pode prescrever um programa de perda de peso clinicamente monitorado que envolve habitualmente a substituição de alimentos sólidos por um substituto líquido. O substituto líquido geralmente fornece entre 500 e 800 calorias por dia, o que significa que qualifica esta dieta como uma dieta pobre em calorias. O substituto líquido também vai fornecer todas as vitaminas e minerais necessários, os quais seriam normalmente fornecidos por alimentos sólidos. Normalmente o substituto líquido vem na forma de um batido. Os pacientes são orientados para beber um certo número de batidos por dia, em vez de comer, e para usar esse período de tempo para romper com velhos hábitos alimentares. Depois de várias semanas de perda de peso rápido e frequentes reuniões com um médico, que monitora a saúde e o progresso do paciente, os alimentos sólidos podem ser reintroduzidos lentamente. Todo o processo é difícil e arriscado e só deve ser realizado quando prescrito por um médico e devidamente monitorado por um profissional médico! Normalmente, esse tipo de dieta líquida só é prescrita quando os graves riscos de saúde causados ​​pela obesidade superam os eventuais riscos do programa.

Uma popular dieta líquida medicamente observada é chamada de Optifast. É produzido pela empresa Suíça, a Novartis Medical Nutrition Corporation, que também é conhecida por fazer a comida para bebé Gerber. Eles relatam que, num estudo de 20.000 pessoas que utilizaram o programa Optifast durante 22 semanas, as pessoas perderam em média 52 quilos e a pressão arterial diminuiu em 10 por cento. O sistema Optifast é extremamente caro e não é destinado a qualquer pessoa que queira fazer dieta.

Dietas Líquidas comercialmente disponíveis

Possivelmente por causa da reputação de rápida perda de peso em pacientes gravemente obesos e por serem mais baratos, os líquidos substitutos de refeições tornaram-se comercialmente disponíveis para perder peso sem supervisão médica. Estes produtos não são geralmente destinados a substituir todas as refeições ou todos os alimentos sólidos. Estes produtos destinam-se a ajudar quem quer fazer dieta, a perder peso rapidamente, embora muitas vezes eles façam muito pouco para afectar mudanças de estilo de vida a longo prazo.

Um dos mais populares substitutos de refeições líquidas disponível comercialmente é chamado de Slim Fast. O plano Slim Fast diz que quem quer fazer dieta deve comer uma refeição regular durante o dia e substituir as restantes com batidos baixos em calorias. Cada batido fornece um terço das recomendações diárias para uma dieta saudável. O Slim Fast é um dos poucos planos de reposição de líquidos que defende o seu plano com estudos clínicos controlados. Num estudo feito na Universidade da Califórnia, Los Angeles School of Medicine, 300 pacientes seguiram a dieta Slim-Fast durante 12 semanas. Estes pacientes perderam em média 15 quilos e 76% foram capazes de manter pelo menos 80% do peso um ano depois. Contudo, a maioria dos nutricionistas ainda sustentam que uma dieta de reposição de líquidos não é um substituto apropriado para uma vida saudável.

Função

Benefícios

Os benefícios possíveis de uma dieta líquida dependem de que tipo de dieta líquida uma pessoa está a considerar fazer. Quando um médico diz ao paciente para se abster de comer alimentos sólidos, pode evitar tudo, desde vómitos durante uma cirurgia até um teste ineficaz. Algumas pessoas acreditam que o jejum pode ter benefícios espirituais e outros, incluindo alguns profissionais de saúde, acreditam que o jejum pode ajudar a remover toxinas do corpo.

No entanto, os maiores benefícios de saúde de uma dieta líquida são, provavelmente, experimentados por pacientes extremamente obesos que perdem peso com uma dieta líquida, substituta de refeição, medicamente supervisionada. A obesidade tem sido associada a muitas doenças graves e, como a diabetes, doenças cardíacas, insuficiência renal, insuficiência hepática e câncer, indivíduos obesos que perdem peso podem reduzir drasticamente o risco de contrair essas doenças e até mesmo reduzir a gravidade de seus sintomas caso já sofram deles. Os benefícios para a saúde também podem ser adquiridos por pessoas que perdem peso através da utilização de uma refeição de dieta líquida de substituição, comercialmente disponível.

Precauções

A qualquer pessoa a quem tenha sido prescrito um período de dieta líquida devido a um procedimento médico, deve obter o máximo de informações possíveis sobre as orientações específicas e observar essas directrizes cuidadosamente. Ao fazer isto, dará ao processo uma maior oportunidade de sucesso. Qualquer pessoa que esteja a considerar fazer jejum deve consultar seu médico e descrever a natureza do jejum para que possa ser determinado se o jejum irá provocar sérios riscos. Pessoas com problemas de saúde não devem envolver-se num jejum prolongado.

As dietas líquidas muito baixas em calorias não devem ser realizadas sem supervisão médica. Estas são apenas destinadas a pessoas que têm grandes quantidades de peso a perder, geralmente mais de 50 quilos, e que já tenham experimentado os riscos de saúde por causa da sua obesidade. As pessoas que pretendem fazer qualquer tipo de refeição de dieta líquida de substituição devem consultar o seu médico para ter a certeza de que a dieta é segura para elas.

Riscos

As dietas líquidas a curto prazo para uso antes ou após um procedimento médico, carregam poucos riscos e são geralmente consideradas seguras se o paciente seguir as orientações prescritas e se assegurar que obtém ingestão calórica suficiente através de caldo, sumo, ou outros líquidos. Jejuns muito prolongados trazem muitos riscos, incluindo possíveis danos no trato intestinal, função hepática ou renal debilitada, e hipoglicémia. O jejum também prejudica o sistema imunológico do corpo, o que torna o organismo mais vulnerável a doenças transmissíveis, como a gripe ou estreptococo. Ganhar gordura também é um risco comum do jejum porque, embora o corpo possa usar reservas de gordura durante o jejum, uma vez que o jejum se encontra sobre o corpo, normalmente reconstrói estas reservas rapidamente e, muitas vezes reconstrói mais do que era originalmente disponível.

Dietas de substituição de refeições sob a supervisão médica podem acarretar os seus próprios riscos, embora estes geralmente sejam superados pelos benefícios da perda de peso para os extremamente obesos. Os efeitos colaterais podem incluir formação de pedras na vesícula bilias, náuseas, fadiga, constipação e diarréia. As dietas líquidas comercialmente disponíveis também têm muitos riscos, dependendo da marca. Algumas são consideradas dietas muito baixas em calorias que são susceptíveis de resultar em desnutrição. Muitos não substituem adequadamente as vitaminas e minerais que normalmente seriam fornecidos por alimentos sólidos, o que pode resultar em deficiências que podem causar problemas. Por exemplo, se o organismo não recebe quantidade suficiente de cálcio, o risco de osteoporose e raquitismo aumenta.

Pesquisa e aceitação geral

É geralmente aceite que, para determinados procedimentos médicos, é necessário que os pacientes se abstenham de comer alimentos sólidos durante pelo menos 24 horas antes do procedimento. A maioria dos hospitais têm preparada a literatura do paciente sobre as orientações precisas que devem ser seguidas para a maioria dos procedimentos.

A maioria das dietas líquidas de substituição sob supervisão médica são geralmente aceites. Alguns médicos questionam se os métodos mais tradicionais de perda de peso são melhores em alguns casos de obesidade menos extrema, mas acredita-se que os riscos e efeitos colaterais destes programas são superados pelos benefícios para as pessoas para quem eles são geralmente prescritos.

Há muitas dietas líquidas para perda de peso disponíveis comercialmente e a sua aceitação depende da sua marca e do seu programa. Marcas que incluem alimentos regulares, pelo menos 1200 calorias por dia, e algum tipo de recomendações de exercícios, como o Slim Fast, são mais aceites do que os programas que são muito baixos em calorias e não incluem o exercício, tais como a dieta Hollywood Celebrity Miracle Diet.

Dieta Alcalina - Vantagens e Desvantagens
A Dieta das Proteínas

No Comments

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Como Tirar Estrias

Estrias são uma forma de cicatrizes na pele com um tom vermelho ou branco. Elas são causadas ​​por rompimento da...

Fechar