Efedrina

Erva de São João - Dosagem e Administração
Couve de Bruxelas - Valor Nutricional

A efedrina (Ephedra Sinica), também chamada de Ma Huang, tem sido utilizada na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) há mais de 5.000 anos, principalmente para tratamento da asma ou da bronquite.

A efedrina também é prescrita para sintomas de gripe e, inclusive, para indícios de congestão nasal, tosse, febre e calafrios.

A ephedra é uma erva natural e o seu principal ingrediente activo é a efedrina, que também pode ser sintetizada como medicamento.

Os compostos sintéticos da efedrina, tais como a pseudoefedrina, são amplamente utilizados em remédios comercializáveis e são determinados como sendo uma droga.

Isto é diferente do regulamento da efedrina no que se refere aos alcalóides (substâncias de carácter básico derivadas principalmente das plantas e que contêm na sua fórmula, basicamente, nitrogénio, oxigénio, hidrogénio e carbono) e aos derivados da erva em si.

Estes são regulamentados como suplementos dietéticos.

Até Maio de 2004, a ephedra foi vendida comercialmente como um impulsionador de energia para se perder peso suplementar ou para aumentar o rendimento atlético.

Apesar de alguns estudos científicos apontarem para o facto de este suplemento herbáceo poder melhorar o peso, as informações gerais sobre a sua eficácia quanto à perda de peso, energia ou desempenho atlético, foi inconclusivo e controverso.

Além disso, os produtos contendo efedrina e vendidos para aqueles efeitos, têm sido associados a muitos casos de acidente vascular cerebral, arritmia cardíaca (ritmo cardíaco irregular) e até mesmo morte.

Alguns destes produtos também contêm cafeína e a combinação da efedrina com a cafeína aumenta drasticamente as possibilidades de efeitos colaterais adversos.

É importante notar que os produtos contendo efedrina são proibidos em eventos desportivos e testes anti-dopagem realizados em provas que acusem efedrina, provavelmente originam a desqualificação dos atletas que a utilizam em competição.

A proibição da FDA sobre este conteúdo inclui todos os suplementos dietéticos que contêm Efedrina, Norefedrina, Ma Huang, Sida Cordifolia ou Pinellia.

Isto não se refere aos chás (que são regulamentados como alimentos convencionais) ou à tradicional medicina chinesa à base de ervas e remédios prescritos por médicos chineses.

 DESCRIÇÃO DA PLANTA

A ephedra é um género de arbusto, pertencente às Gnetófitas (único na classe Ephedraceae e na ordem Ephedrales) e é nativo do Paquistão, da China e da Índia.

Algumas espécies de ephedra crescem em climas áridos, numa vasta área que inclui a Europa, o Norte de África, a Ásia Central e Sudoeste e a América do Norte e do Sul.

A ephedra é uma planta perene, que apresenta em média um pé alto, que pode crescer até 1,50 metro.

As folhas desta planta são delgadas, os ramos são verdes e cilíndricos e as flores são amarelas.

Em Agosto, as flores semelhantes a cones carnudos despontam e originam bagas venenosas.

As três espécies de ephedra (sinica, equisetina e intermédia) são conhecidas colectivamente pelo seu nome chinês, Ma Huang.

Nomes alternativos:

Ephedra Distachya, Ephedra Sinensis; Ephedra Sinica; Ma Huang (chinês); Mormon Tee (inglês) e Meerträubel (alemão).

Erva de São João - Dosagem e Administração
Couve de Bruxelas - Valor Nutricional

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Dong Quai

O Dong Quai (Angelica Sinensis), é uma erva da família do aipo, originária da China, Japão e Coreia.

Fechar