Extrato de Maracujá – Interacções Medicamentosas

Genbibre - Escolher e Conservar
Efedrina - Benefícios para a Saúde

Maracujá pode interagir com as medicações abaixo:

  • Sedativos (medicamentos que causam sonolência) – Devido ao seu efeito calmante, Extrato de Maracujá pode tornar os efeitos de medicamentos sedativos fortes.
  • Estes podem incluir:
  • Anticonvulsivantes como a fenitoína (Dilantin)
  • Barbitúricos
  • Benzodiazepínicos como diazepam alprazolam (Xanax) e (Valium)
  • Medicamentos para insônia, como zolpidem (Ambien), zaleplon (Sonata), eszopiclone (Lunesta), ramelteon (Rozerem)
  • Os antidepressivos tricíclicos, como a amitriptilina (Elavil), amoxapina, doxepin (Sinequan), e nortriptilina (Pamelor)

Antiagregantes plaquetários e anticoagulantes (diluidores do sangue) – Maracujá pode aumentar a quantidade de tempo necessário para coagular o sangue, tal como tornar os efeitos de medicamentos para afinar o sangue mais forte e aumentar o risco de hemorragia. Dediluição drogas incluem:

  • Clopidogrel (Plavix)
  • Warfarin (Coumadin)
  • Aspirina

Inibidores da monoamina oxidase (inibidores da MAO ou IMAOs) – inibidores da MAO são uma classe de antidepressivos mais velhos que não são prescritos frequentemente agora. Teoricamente, Extrato de Maracujá pode aumentar os efeitos de inibidores da MAO, bem como seus efeitos colaterais, que podem ser perigosos. Estas drogas incluem:

  • Isocarboxazid (Marplan)
  • Fenelzina (Nardil)
  • Tranilcipromina (Parnate)
Genbibre - Escolher e Conservar
Efedrina - Benefícios para a Saúde

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Endro

Proporcionando um complemento picante para pickles, molho de salada e pratos de peixe, o endro fresco está disponível no mercado...

Fechar