Lobélia – Benefícios para a Saúde

Nabo - Escolher e Conservar
História das Sementes de Linhaça

No século 19, médicos americanos prescreviam lobelia com o intuito de provocar vómitos para eliminar toxinas do corpo. Devido a isso, ganhou o nome de “erva para vomitar.” Hoje, a lobelia é sugerida por vezes para ajudar a limpar o muco do trato respiratório, incluindo a garganta, pulmões e brônquios.

Embora poucos estudos tenham avaliado a segurança e a eficácia de lobelia, alguns herbalists usam lobélia hoje, como parte de um plano de tratamento abrangente para a asma.

Um ingrediente ativo da planta Lobélia, a lobelina, mostrou ser similar à nicotina, ao nível dos seus efeitos sobre o corpo. Por esta razão, lobelina já foi usada como um substituto da nicotina em muitos produtos anti-tabaco e preparações destinadas a quebrar o hábito de fumar.

Os pesquisadores pensam actualmente que lobelina pode realmente reduzir os efeitos da nicotina no corpo, principalmente a liberação de dopamina. A dopamina é uma substância química do cérebro que desempenha uma série de funções importantes do mesmo. Também está envolvido na toxicodependência, uma vez que os investigadores pensam que lobelina pode ter algum potencial no tratamento da dependência química. Até agora, porém, não houve estudos que determinassem se lobelina é eficaz.

Lobelia é uma erva potencialmente tóxica. Pode ser usada com segurança em pequenas doses (doses homeopáticas particular), mas doses moderadas ou grandes podem causar efeitos colaterais que vão desde boca seca e náuseas, até convulsões ou coma (ver secção “Precauções”). Você deve usar lobelia apenas sob a supervisão do seu médico.

Usos Medicinais e Indicações:

Poucos estudos analisaram o efeito da lobelia em animais ou pessoas. Às vezes é sugerida (geralmente em combinação com outras ervas) para o tratamento dos seguintes problemas respiratórios:

  • Asma
  • Bronquite
  • Tosse

Na homeopatia, lobelia também é usada sozinha ou com outros produtos para cessação do tabagismo, relaxamento muscular, náuseas, vômitos e várias doenças respiratórias.

Nabo - Escolher e Conservar
História das Sementes de Linhaça

Poste um comentário

Leia o post anterior:
História das Sementes de Linhaça

As sementes de linhaça têm uma história longa e extensa. Originária da Mesopotâmia, esta semente proveniente da planta do linho...

Fechar