Panax Ginseng - Benefícios para a Saúde
Kava-Kava - Interacções Medicamentosas

Doces de milho no sabugo quente, é quase que um ingrediente essencial em qualquer festa de Verão.
Felizmente, também é digno de uma ementa saudável.

O milho é uma excelente origem de muitos nutrientes, incluindo a tiamina (vitamina B1), o ácido pantoténico (vitamina B5), fibras, vitamina C, magnésio, carboidratos, proteínas, vitaminas do complexo B (folato) e sais minerais, tais como o ferro, o fósforo, o potássio e o zinco.

Propriedades de Protecção para o Coração

A contribuição do milho para a saúde do coração não reside apenas nas suas fibras, mas em quantidades significativas de ácido fólico que este vegetal providencia.

O folato (uma das vitaminas do complexo B), que é reconhecido como necessário para evitar defeitos nos nascimentos, também ajuda a obter níveis mais baixos de homocisteína (proteína tóxica existente no sangue que pode causar danos nas artérias, incluindo as do cérebro e do coração), aminoácido que é um agente intermediário num importante processo metabólico chamado de ciclo de metilação (a metilação é um ciclo bioquímico necessário para a fabricação de DNA, RNA, fosfolipídeos (Mielina), neurotransmissores, hormonas adrenais e de mais de 100 enzimas. Um ciclo completo de metilação também é necessário para várias reacções de desintoxicação).

A homocisteína pode directamente danificar os vasos sanguíneos através de níveis elevados desta molécula, sendo um factor de risco perigoso tanto para ataques cardíacos, como para derrames ou doenças vasculares periféricas e encontra-se entre 20 a 40% dos pacientes com doenças cardíacas.

Estima-se que o consumo de 100% de folato diariamente (Valor Diário/DV), seria, por si só, o suficiente para reduzir o número de ataques cardíacos sofridos pelos americanos anualmente, em cerca de 10%.
Uma dieta rica em folato está associada a um risco reduzido de cancro do cólon.
Uma chávena de milho gera 19,0% do folato necessário diariamente (DV).

 Apoio à Saúde do Pulmão

Consumir alimentos ricos em beta-criptoxantina, um carotenóide vermelho-laranjado encontrado em maiores quantidades no milho, abóbora, papaia, pimentão vermelho, tangerinas, laranjas e pêssegos, significa um menor risco de desenvolver cancro no pulmão.

Num estudo foram recolhidos resultados de mais de 63.000 adultos em Xangai, na China, que foram seguidos durante 8 anos.

Dos que comeram alimentos ricos em crytpoxanthin (elemento da família dos carotenóides), a maioria revelou uma redução de 27% no que respeita ao risco de cancro no pulmão.
Quando os fumadores actuais foram avaliados, os que também se encontravam no grupo que consumia crytpoxanthin e alimentos mais ricos, detectou-se terem um risco menor de cancro no pulmão (37%), em comparação com os fumadores que comiam menos desses alimentos.

 Manter a Memória com Tiamina (vitamina B1)

O milho é uma eficaz fonte de tiamina (vitamina B1), fornecendo cerca de um quarto (24,0%) do valor diário (DV) desse nutriente, num único copo.

A tiamina é um participante integral nas reacções enzimáticas centrais de produção de energia e também é fundamental para as células do cérebro e para a função cognitiva.

Isto sucede porque a tiamina é necessária para a síntesede acetilcolina (substância química que actua como neurotransmissor essencial para a memória, transmitindo impulsos nervosos entre as células do sistema nervoso) e cuja falta foi descoberta por ser um factor contributivo e significante relacionado com a idade, em função da insuficiência mental (senilidade) e da doença de Alzheimer.
Na verdade, a doença de Alzheimer caracteriza-se clinicamente por uma diminuição dos níveis de acetilcolina.

Não esquecer pois de utilizar o milho, em toda e qualquer dieta saudável.

 Apoio à Produção de Energia, mesmo sob Stress

Além da tiamina, o milho é uma magnífica proveniência de ácido pantoténico. Esta vitamina B é necessária para os carboidratos, para as proteínas e para o metabolismo lipídico.

O ácido pantoténico é especialmente aconselhável para quando uma pessoa está sob stress, uma vez que suporta a função das glândulas supra-renais.
Uma chávena de milho produz 14,4% do ácido pantoténico necessário diariamente (DV).

Panax Ginseng - Benefícios para a Saúde
Kava-Kava - Interacções Medicamentosas