Os benefícios da Dieta Cetogênica

A Dieta Cetogênica
A Dieta Macrobiótica

Benefícios

Os benefícios da Dieta Cetogênica permitem um melhor controlo de certas crises, sem haver a necessidade de recorrer a grandes doses de medicamentos anticonvulsivos, com os seus efeitos colaterais associados. Os pacientes que respondam bem à dieta são capazes de levar uma vida quase normal. Os pacientes com esclerose lateral amiotrófica ou com outros distúrbios que estejam a ser tratados experimentalmente com uma dieta cetogênica podem beneficiar de um atraso no progresso da sua doença, mesmo quando a cura não é possível.

Precauções

A precaução mais importante que se deve ter em conta é que a dieta cetogênica não é um regime nutricional “faça você mesmo”. É uma forma séria de terapia e requer uma supervisão médica cuidadosa, assim como o acompanhamento por parte dos pais. Os pacientes que estejam sobre esta dieta devem ser seguidos por uma equipa de tratamento experiente, normalmente baseados num centro especializado de tratamento de epilepsia. Mesmo que a dieta possa parecer uma forma mais “natural” para controlar as crises do que tomar medicamentos, é baseada numa selecção altamente antinatural de alimentos e o força o corpo a obter sua energia necessária de uma maneira incomum.

Outra precaução importante é evitar que a criança acidentalmente ingira açúcar em  excesso através de medicamentos, pastas dentais, anti-sépticos bucais, ou produtos similares. A lista de produtos isentos de açúcar pode ser encontrada em formato PDF no site da Fundação Charlie (Charlie Foundation).

Riscos

Taxa de sucesso

Nem todos os pacientes respondem à dieta cetogênica. De acordo com o centro de tratamento Johns Hopkins, cerca de metade das crianças que começam a dieta cetogênica clássica terá pelo menos uma redução de 50% nas crises dentro de 6 meses. Metade desse grupo vai mostrar uma melhoria de 90%, com cerca de 15% totalmente livres de crises. Muitas famílias são capazes de reduzir ou eliminar completamente o uso de medicamentos anticonvulsivos.

A partir do início dos anos 2000, não há maneira de prever com antecedência se uma criança irá responder à dieta. Recomenda-se que a criança siga a dieta por um período de 2-6 meses antes de decidir que não está a funcionar. Ineficácia é a razão mais comum para as crianças interromperem a dieta, embora algumas não a continuem porque não conseguem tolerar os alimentos permitidos, mesmo após um ajuste adequado a cada uma, ou por causa de efeitos colaterais. O programa Johns Hopkins relata que cerca de metade das crianças que começam a dieta cetogênica no seu centro de tratamento ainda continuam a usá-la um ano depois.

Efeitos colaterais

Uma vez que a dieta cetogênica 4 para 1 é uma maneira antinatural de obter nutrição, tem alguns efeitos colaterais com potencial. Efeitos adversos relatados em pacientes que usam a dieta cetogênica clássica incluem:

  • Atraso no crescimento causado pela deficiência de proteína
  • Deficiências em vitaminas e minerais
  • Náuseas, vómitos ou prisão de ventre
  • Níveis anormais elevados de lípidos no sangue após a suspensão da dieta
  • Pedras nos rins ou pedras na vesícula biliar. Os pais são ensinados a controlar a urina da criança para ver se tem sangue, bem como os níveis de cetona, porque o sangue na urina é frequentemente um sinal precoce de formação de pedra nos rins
  • Infecções mais frequentes, devido a um sistema imunológico enfraquecido
  • Inflamação do pâncreas
  • Desidratação
  • Diminuição da densidade óssea
  • Irregularidades menstruais (nas mulheres adolescentes e adultas)

Pesquisa e aceitação geral

Outra área de pesquisa recente é o uso da dieta cetogênica no tratamento de outras doenças. Parece ser benéfica no tratamento de pacientes com defeitos no transporte de glicose (distúrbios geneticamente transmitidos em que a glicose no sangue não consegue atravessar a barreira hemato-encefálica) e em alguns outros distúrbios metabólicos inatos. Em 2006, um grupo de pesquisadores na escola de medicina “Mount Sinai”, em Nova Iorque, informou que a dieta se mostrava promissora em retardar a progressão da esclerose lateral amiotrófica, uma doença progressiva e fatal das células nervosas que controlam o movimento.

A Dieta Cetogênica
A Dieta Macrobiótica

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Benefícios de saúde do Morango

Os benefícios de saúde de morango incluem oftalmologia, um bom funcionamento do cérebro, e alívio da tensão alta, artrite ,...

Fechar