Valeriana – Interacções Medicamentosas

Foto Couve #4
Tomilho

Se estiver a ser tratado com algum dos medicamentos a seguir indicados, não deve tomar Valeriana, sem falar primeiro com o seu médico.

Sedativos – a Valeriana pode aumentar o efeito de drogas que têm um efeito sedativo, incluindo as seguintes:

  • Anticonvulsivantes, como fenitoína (ácido Dilantin) e valpróico (Depakote)
  • Barbitúricos
  • Benzodiazepinas, como alprazolam (Xanax) e diazepam (Valium)
  • Medicamentos para tratar a insónia, como zolpidem (Ambien), zaleplon (Sonata), eszopiclone (Lunesta), e ramelteon (Rozerem)
  • Os antidepressivos tricíclicos, como a amitriptilina (Elavil)
  • Álcool

O mesmo acontece com outras ervas com efeito sedativo, como a camomila, a erva-cidreira, e” catnip” (erva-gateira).

Outras drogas

O ácido valerianico presente na Valeriana pode interferir com o bom funcionamento do fígado; a Valeriana não deve, por isso, ser tomada quando se estiver a tomar os seguintes medicamentos, pois corre-se o risco de haver uma grande sobrecarga medicamentosa para o fígado:

  • Os anti-histamínicos
  • Estatinas (medicamentos utilizados para baixar o colesterol)
  • Alguns antifúngicos

Anestesia

A Valeriana pode aumentar os efeitos das anestesias pelo que, se estiver a tomar Valeriana, é importante informar o seu médico anestesista e o médico cirurgião com alguma antecedência em relação à data da cirurgia a que se vai submeter; o seu médico pode recomendar a suspensão da tomada de Valeriana ou então propor as adaptações necessárias á anestesia.

Foto Couve #4
Tomilho

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Tomilho

Uma erva de aspecto delicado e com um aroma penetrante, o tomilho é um complemento maravilhoso para feijões, ovos e...

Fechar