Bebês > A Sucralose é segura para crianças?

A Sucralose é segura para crianças?

  • 0
  • setembro 17, 2019

Embora a sucralose, também conhecida como Splenda, seja uma forma sem calorias de adoçar alimentos e bebidas e geralmente reconhecida como segura, não é necessariamente a melhor escolha para crianças – mesmo crianças com excesso de peso. New York University Langone Medical Center relata que a sucralose é confirmada segura para crianças, mas sugere limitar a sucralose e outros adoçantes artificiais na dieta do seu filho.

Estudos limitados

Uma revisão de 2010 publicada no “International Journal of Pediatric Obesity” relata que o consumo de bebidas adoçadas artificialmente está aumentando entre as crianças. Os autores desta revisão, no entanto, sugerem que os ensaios que estudam os efeitos dos edulcorantes artificiais nas crianças são limitados, e existe controvérsia sobre se os edulcorantes artificiais são benéficos – ou problemáticos – para as crianças.

Leia também  Alpinismo: É este o método de emagrecimento para você?

Efeitos sobre o peso corporal

Estudos sobre os efeitos da sucralose na obesidade infantil mostram resultados mistos. Porque a sucralose é livre de calorias, usá-la em vez de açúcar pode ajudar as crianças com excesso de peso a reduzir a ingestão total de calorias. A revisão de 2010 no “International Journal of Pediatric Obesity” relata que alguns estudos indicam que crianças que consomem alimentos adoçados artificialmente entre as refeições podem consumir menos calorias em geral. A mesma revisão, entretanto, relata que outros estudos mostram uma associação entre a ingestão de adoçante artificial, principalmente de refrigerante dietético, e o ganho de peso em crianças. Outra revisão de 2010 no “Yale Journal of Biology and Medicine” relata resultados semelhantes.

Leia também  Tipos de alergias de reação retardada

Preocupações com Crianças

Embora a sucralose possa não prejudicar directamente o seu filho, não oferece nutrientes essenciais – tais como hidratos de carbono, proteínas, ácidos gordos essenciais, vitaminas e minerais – que as crianças necessitam para um crescimento e desenvolvimento adequados. Portanto, comer demasiados alimentos que contenham sucralose pode impedir o seu filho de conhecer o seu necessidades diárias nutricionais. Além disso, a revisão de 2010 no “Yale Journal of Biology and Medicine” relata que, porque os adoçantes artificiais – incluindo a sucralose – são doces, eles incentivam a dependência do açúcar e desejos de açúcar.

Conclusão

Uma vez que os estudos que envolvem os efeitos da sucralose nas crianças são limitados e apresentam resultados mistos, a moderação é fundamental se deixar o seu filho consumir alimentos e bebidas artificialmente adoçados. NYU Langone Medical Center sugere que os pais usem o bom senso ao permitir que seus filhos consumam esses produtos, porque estabelece uma base para hábitos alimentares insalubres. Ofereça ao seu filho alimentos ricos em nutrientes – como frutas, legumes, nozes, sementes, manteigas, ovos, produtos lácteos, legumes, grãos integrais, carnes magras, aves, óleos à base de plantas e abacates – sobre produtos adoçados artificialmente quando possível.

Leia também  Quatro truques para ajudar você começar a dieta

Mais Artigos

Pedro Silva

Sobre Pedro Silva

O Pedro Silva é o editor chefe do i-legumes.net, especialista em nutrição. Ele é apaixonado por ajudar as pessoas a alcançar seus objetivos de saúde e bem-estar.

Deixe um Comentário

pt_BRPortuguês do Brasil
es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil

Fique por dentro das últimas dicas sobre dieta, exercício e vida saudável.