Monthly Archives: julho 2017

Benefícios da goma de mascar de hortelã

By | Taís | No Comments

Se você gosta de mascar chicletes por prazer, tédio, relaxamento ou para manter o hálito fresco, escolha uma goma de hortelã para colher alguma nutrição e benefícios gerais para a saúde. Mastigar goma de hortelã pode até ter implicações para o controle do peso saudável e afetar seu apetite. No entanto, tenha cuidado ao escolher certos tipos de chiclete de menta que contenham açúcar adicionado.

Efeitos no apetite

Se você está com excesso de peso ou obesidade, mastigar goma de hortelã regularmente pode ajudar a controlar o apetite e reduzir sua ingestão calórica geral para uma perda efetiva de peso. Um estudo publicado descobriu que mascar chiclete durante pelo menos 45 minutos, ou 15 minutos por hora durante três horas, reduziu o apetite e o volume de consumo de lanches, ao promover sensação de saciedade. Pesquisadores que conduziram esse estudo concluíram que a goma de mascar pode ser uma ferramenta benéfica para o controle do apetite e a perda efetiva de peso em indivíduos com sobrepeso.

Proteção dos dentes

Mascar chiclete pode ajudá-lo a evitar cáries. Possivelmente porque as pessoas muitas vezes mastigam a goma após as refeições e essa mastigação estimula a produção de saliva, o que é benéfico para a proteção da saúde oral. Mastigar goma de hortelã que contém açúcar adicionado, no entanto, pode não fornecer os mesmos benefícios protetores dos dentes que as gomas de menta sem açúcar.

Efeitos sobre a saúde mental

Surpreendentemente, mascar chiclete regularmente pode afetar sua saúde mental. Um estudo descobriu que mascar a goma duas vezes ao dia, durante 14 dias, ajudou alguns indivíduos a reduzirem ansiedade, depressão, fadiga, fadiga mental e confusão após o período de duas semanas estar completo. Isso também tem implicações para o controle de peso saudável, porque a depressão pode levar a ganho de peso indesejado, excesso de peso e obesidade.

Outros benefícios possíveis

Vários outros benefícios potenciais existem ao mascar chiclete. Isso ajuda a manter sua respiração fresca, o que pode aumentar a autoconfiança. A escolha de goma de hortelã sem açúcar sobre chiclete contendo açúcar ajuda a reduzir a ingestão calórica geral – uma tira de goma sem açúcar contém apenas 5 calorias, em comparação com as 11 calorias encontradas na goma de mascar regular. Finalmente, a goma de hortelã sem açúcar pode ajudar a evitar que você coma demais, especialmente se você mascar goma de hortelã sem açúcar em vez de comer por razões emocionais.

Quando o sofrimento torna-se um transtorno

By | Taís | No Comments

O sofrimento pela morte de um ente querido é uma resposta emocional natural à perda e uma parte inevitável da vida. Tão universal quanto o sofrimento, o processo de luto é uma experiência muito individual. Quão profunda ou longamente uma pessoa sofre depende de muitos fatores, e distinguir entre dor normal e uma condição debilitante, como luto complicado ou depressão, pode ser difícil.

O sofrimento é uma experiência complexa, variável no tempo, que é única para cada pessoa e cada perda. Não existe um cronograma para o processo de cicatrização. Em geral, o sofrimento evolui ao longo do tempo de uma forma aguda, que tende a dominar a mente de uma pessoa, para uma forma integrada, em que os traços fundamentais da tristeza e do anseio são muito mais subjugados. Quando esses sentimentos persistem ou se intensificam, o resultado pode ser uma condição conhecida como luto complicado ou transtorno prolongado do luto (PGD, do inglês prolonged grief disorder). Até 10% de todas as pessoas enlutadas experimentam luto complicado.

O luto complicado é marcado por amplas mudanças em todas as relações pessoais, sensação de falta de sentido, ansiedade prolongada ou busca do falecido e sensação de ruptura nas crenças pessoais.

Pessoas com luto complicado geralmente experimentam distúrbios crônicos do sono e interrupções na rotina diária. Estudos descobriram que essas pessoas estão em maior risco de hipertensão, doenças cardíacas, abuso de substâncias e pensamentos suicidas. Elas podem tentar evitar enfrentar a dor intensa associada à perda e isso, paradoxalmente, acaba aumentando a dor e interferindo no processo adaptativo natural.

Embora o luto complicado possa parecer depressão e as condições geralmente se sobreponham, elas não são as mesmas. Uma razão para a confusão entre o luto complicado e a depressão é que a palavra depressão também significa tristeza. Você pode perguntar a um amigo: “Você está deprimido com [algo]?” com a intenção de perguntar se o seu amigo está triste. Isso é muito diferente de atender aos critérios para o transtorno prolongado do luto.

A depressão é marcada pelo baixo humor persistente. As pessoas deprimidas não têm o problema central de perder o ente querido e a dor emocional associada. Em muitos estudos, isso resulta como um fator essencial para distinguir as duas condições, embora muitas vezes as pessoas possam ter ambas.

Para incentivar o diagnóstico e o tratamento oportunos de distúrbios associados ao sofrimento, houve uma mudança na classificação psiquiátrica, sendo excluída a afirmação de que sintomas depressivos dentro de dois meses da morte de um ente querido (luto) não deveriam ser diagnosticados como transtorno depressivo maior porque isso poderia atrapalhar a avaliação e o diagnóstico de depressão conjunta ao luto.

Diferenças de gênero na saúde emocional

By | Taís | No Comments

Os estereótipos esperados da forma como homens e mulheres lidam com suas emoções permeiam nossa cultura e sociedade, provocando facilmente imagens de homens excessivamente reservados e mulheres excitáveis ​​e emocionais. Os garotos são obrigados a esconder as emoções e as garotas são instruídas a “colocar tudo pra fora”. Mas as diferenças de gênero realmente existem entre homens e mulheres? Em caso afirmativo, como elas afetam nossa saúde emocional?

As pesquisas são ambíguas em relação às diferenças emocionais entre os sexos. Forte evidência descobriu que existem diferenças na forma como homens e mulheres detectam, processam e expressam emoção. Outros estudos mostraram que homens e mulheres compartilham mais semelhanças emocionais do que diferenças.

Os estereótipos dos homens reservados e das mulheres emocionais são generalizados e afetam a forma como os jovens são criados. Alguns pesquisadores argumentam que podemos estar englobando diferenças de gênero que não existem naturalmente, aceitando e transmitindo esses estereótipos a nossos filhos. Outros pesquisadores acreditam que essas diferenças desenvolveram-se devido aos papéis evolutivos colocados em homens e mulheres para sobreviver e prosperar.

Enquanto os pesquisadores debatem essas diferenças de gênero, eles concordam que as diferenças, em última análise, podem ter um efeito negativo sobre os membros de ambos os sexos.

Mulheres e homens emocionais

Pesquisa recente mostrou maneiras importantes pelas quais homens e mulheres reagem emocionalmente e percebem a emoção em outros. O estudo descobriu que:

  • As mulheres tendem a ser mais emocionais, agradáveis, extrovertidas e conscientes do que os homens.
  • As mulheres percebem as reações emocionais de outras pessoas melhor do que os homens, independentemente de receber essas pistas emocionais verbal ou visualmente.
  • As mulheres relataram ter sofrido amor e raiva muito mais intensamente do que os homens na resposta emocional da avaliação das diferenças de gênero. Essas mulheres também sorriam mais ao lembrar memórias de felicidade ou amor.
  • Homens e mulheres respondem ao estresse de diferentes maneiras. As mulheres apresentam maior tristeza ou ansiedade do que os homens, enquanto os homens mostram um aumento na pressão arterial e uma tendência para o desejo de álcool.
  • As mulheres são mais inclinadas do que os homens a experimentar desgosto quando expostas a estímulos destinados a induzir uma reação emocional.

E esses são apenas estudos nos últimos anos. Décadas de pesquisa encontraram numerosas diferenças nas formas como os homens e as mulheres interpretam as emoções e reagem emocionalmente. Além disso, os estudos descobriram que as diferenças de gênero são mais importantes do que a orientação sexual – uma mulher heterossexual e uma mulher homossexual têm mais em comum emocionalmente do que uma mulher heterossexual e um homem homossexual.

O porquê de essas diferenças ocorrerem é que não é facilmente explicado. Algumas pesquisas descobriram que as diferenças podem estar enraizadas em estereótipos culturais. Por exemplo, as mulheres são percebidas como sendo mais emocionais e comportam-se dessa maneira porque acreditam que é o que as mulheres fazem, enquanto os homens expressam emoção somente quando a situação o justifica.
Os pais podem ter uma influência na promoção dessas diferenças de gênero, expressando desaprovação com meninos que choram ou expressam outras emoções “fracas”, enquanto encolhem os ombros para um comportamento semelhante em meninas.

Outros estudos postulam uma causa evolutiva para essas diferenças de gênero em emoção. Os homens que serviam como caçadores-coletores precisavam assumir mais riscos e ser mais dominantes, enquanto as mulheres que ficavam em casa e cuidavam das crianças precisavam ser mais nutritivas e cautelosas. Esses papéis resistiram à mudança à medida que a sociedade humana progrediu e, de fato, o progresso pode fazer com que esses papéis tornem-se ainda mais pronunciados.

O que fazer para se livrar dos mosquitos em sua casa

By | Taís | No Comments

Lidar com a invasão de mosquitos e moscas é provavelmente o maior incômodo para se ter em casa. Nada irrita mais do que ter uma mosca pousando em sua comida ou perceber picadas que aparecem do nada em sua pele.

Com o verão atingindo o auge, essas criaturas voadoras invadem os lares – e você precisará de um plano de contingência para mantê-las à distância. Veja aqui cinco dicas ​​para exterminar esses bichos irritantes de sua casa.

Instale ventiladores de teto

Moscas e mosquitos não gostam de movimentação do ar. Se livre desses insetos instalando ventiladores de teto, como aquele de duas ou três lâminas, que podem ser ligados e desligados com um controle remoto.

Cubra as janelas com telas

Coloque telas de insetos pela casa, mas é importante encobrir cantos que podem ser facilmente ignorados. Não se esqueça de instalar telas na parte de baixo da varanda, ou eles irão se arrastar por baixo para entrar. O melhor tipo de tela é aquela que pode ser encaixada, com as bordas de madeira.

Use redes de mosquitos

É sábio investir na rede de mosquito, que podem ser feitas de algodão, poliéster ou nylon. Um tamanho de malha de 1,2 milímetros é mais do que suficiente para bloquear mosquitos, mas você precisará de uma malha menor do que 0,6 milímetros para bloquear insetos muito pequenos. Além da possibilidade de repelir insetos, a rede também pode adicionar um toque leve e decorativo à sua casa.

Use plantas para repelir

A erva-gato ou erva-dos-gatos não é apenas para gatos: é um repelente de mosquito natural, uma planta perene de fácil crescimento que cresce na maioria das áreas. Os cravos também têm um cheiro distinto que é insustentável para os mosquitos. Tente semear essas plantas em vasos ao redor do seu quintal e ao lado das janelas, e o cheiro impedirá os mosquitos de entrarem.

Cobertura de alimentos e recipientes de adubo

A melhor maneira de manter os mosquitinhos longe é não dar-lhes nenhum motivo para voltar. Para controlar as moscas da fruta em sua casa, é melhor cobrir os odores da fruta que está amadurecendo. Isso significa cobrir qualquer alimento exposto, incluindo os recipientes de compostagem, mantendo-os sempre com uma tampa.

Comidas saudáveis fazem ganhar peso?

By | Taís | No Comments

Justo quando pensávamos ter ouvido falar de todas as modas de dieta (Não aos carboidratos! Fora o açúcar!), uma nova polêmica surge para nos surpreender.

Um estudo recém-lançado afirma que o pior alimento para perda de peso é qualquer um que contenha uma proteína vegetal chamada lectina. Mas aqui está a polêmica: a lectina é encontrada em alimentos que você sempre pensou que eram bons para a perda de peso. Pense: grãos integrais, feijões, legumes em tons avermelhados (berinjela, batata, tomate, pimentão, abóbora), nozes, sementes, produtos lácteos e qualquer proteína animal que não seja criada (ovos, carne, aves).

O estudo afirma que eliminar esses alimentos da dieta pode diminuir a inflamação, aumentar a perda de peso e levar a um estilo de vida global mais saudável. Mas isso é realmente legítimo?

Como funciona

Segundo o estudo, as lectinas são essencialmente um mecanismo de defesa da planta contra predadores. Como resultado, uma vez consumida pelos seres humanos, elas desencadeiam uma resposta inflamatória que pode levar a ganho de peso e outras condições de saúde graves, como síndrome do intestino irritável.

A pesquisa também aponta que, tradicionalmente, os grãos eram usados ​​para engordar animais antes do abate. Então, só faz sentido consumir alimentos ricos em lectinas se for para engordar humanos também. Há relato, inclusive, de perda de peso de até 32 kg em pessoas com dieta sem lectina. O princípio seria de que, ao retirar as lectinas da dieta, as pessoas começam a perder peso, mesmo comendo muitas calorias, porque não há mais o armazenamento delas.

Há ainda indicações de que uma dieta livre de lectina pode ter um efeito positivo em pessoas com doenças cardiovasculares e síndrome metabólica (um grupo de condições indicadas pelo aumento da pressão arterial, altos níveis de açúcar no sangue, excesso de gordura corporal em torno da cintura e níveis anormais de colesterol).

Retirar a lectina pode ajudá-lo a perder peso?

Porém, há vários médicos e pesquisadores que contestam essa teoria. Segundo eles, sempre que você elimina certos alimentos sem substituí-los por outros produtos, é altamente provável que sua ingestão global de calorias diminua. Mas isso não significa que cortar alimentos que contenham lectina conduzirá automaticamente à perda de peso. Para que a perda de peso seja bem-sucedida, você precisa seguir uma dieta bem equilibrada (isso significa incluir alguns alimentos que contenham lectina) e queimar mais calorias do que consome.

Além disso, a maioria dos alimentos com lectinas pode ser muito benéfica para a perda de peso. Há pesquisas, por exemplo, que associam grãos integrais com perda de peso. E um estudo, inclusive, que descobriu que as pessoas que consumiram leguminosas durante um período de seis semanas (feijão, lentilha e grão-de-bico, por exemplo) perderam significativamente mais peso do que aqueles que não consumiram.

Você deveria tentar?

Para uma pessoa sem restrições dietéticas ou problemas de estômago, a recomendação mais aceita é de uma dieta focada em porções razoáveis ​​de todos os grupos de alimentos. Uma boa medida seria, por exemplo, ao montar sua refeição, pensar em montá-la com um quarto de carboidratos, um quarto de proteína magra e preencher o resto do prato com qualquer tipo de vegetais que você goste.

Certos alimentos, por mais saudáveis ​​que sejam, afetam as pessoas de forma diferente. Claro, uma dieta sem lectina pode ajudá-lo a perder peso. Mas, a menos que você tenha dificuldades com problemas de digestão, provavelmente será melhor manter uma dieta que seja mais fácil de seguir em longo prazo. Afinal, é isso que leva à perda de peso durável.

 

Efeitos psicológicos do abandono nas crianças

By | Taís | No Comments

O abandono de crianças é um problema crescente nos Estados Unidos e também ocorre com frequência em outras partes do mundo. Esse abandono pode assumir muitas formas, mas essencialmente trata-se da criança que está sendo deixada para que alguém cuide dela. As consequências desse ato podem ser prejudiciais para as crianças que crescem conscientes do fato. Para as crianças abandonadas nos Estados Unidos e aquelas que entram no país através da adoção internacional, os efeitos do abandono podem ser sentidos ao longo da vida.

Abandono da criança

O abandono de crianças ocorre sempre que uma criança é deixada sem cuidados parentais adequados por um extenso período de tempo. Em casos de abandono do bebê, alguns pais deixam o recém-nascido em um lugar onde ele possa ser encontrado pelas autoridades ou, em algumas situações, como um meio de descartar o bebê.

Negligência

O abandono é considerado uma forma de negligência e resulta em consequências negativas, deixando a criança abandonada com a sensação como se estivesse em perigo, particularmente no momento do abandono. As crianças também são expostas ao risco de sofrer efeitos físicos, como a desnutrição, a falta de cuidados adequados de saúde ou de higiene precária.

Baixa autoestima

A influência do abandono tem efeitos em longo prazo na relação como a pessoa sente-se sobre si mesma e sobre seu senso de autoestima. Já como adolescente ou adulto, pode haver mecanismos de enfrentamento inadequados na gestão de situações dolorosas, e uma pessoa com uma história de abandono pode ter dificuldade em se relacionar com um cônjuge ou parceiro.

Ansiedade

Crianças cientes de que foram abandonadas, mais tarde podem mostrar sinais de ansiedade em relação aos cuidadores ou pessoas importantes em suas vidas. Estudos mostram casos de crianças que, apesar de terem sido adotadas por famílias amorosas, ainda lidam com a ansiedade grave, que se manifesta por dificuldade na separação temporária dos pais, problemas de sono e comportamento controlador.

Falta de confiança

Uma criança abandonada pode ter dificuldade em formar ligações duradouras com os outros, especialmente os novos cuidadores. Uma criança sendo cuidada após o abandono pode ser incluída em uma nova família e permanecer indiferente aos membros da família. Ela pode ter uma falta de confiança nos outros, temendo a saída de alguém importante para ela. Ao não permitir a si mesma relacionar-se com os outros, ela racionaliza que não vai se sentir magoada se for rejeitada de novo.

Sinais de ciúme em homens

By | Taís | No Comments

Entender os sentimentos e comportamentos ciumentos de seu namorado pode ajudar você a cuidar de si mesma. O ciúme pode estar presente em um homem quando ele se sente ameaçado pela ideia de perdê-la; e o medo da perda pode estar enraizado em algum tipo de insegurança em si mesmo ou no relacionamento. Nos relacionamentos amorosos, parceiros confiam uns nos outros e permitem um ao outro a liberdade para terem um comportamento verdadeiro. O ciúme sufoca isso e pode indicar uma capacidade para o abuso.

Acusações

O ciúme é originado na ansiedade e no medo. Se um homem sente-se vulnerável dentro do relacionamento, ele provavelmente irá agir de forma acusatória, a fim de proteger-se de qualquer possibilidade de ser ferido. Quando um homem sente-se suscetível de ser impotente em relação ao resultado de suas ações, o comportamento ciumento impele-o a confrontar você com acusações infundadas. Seu ciúme muitas vezes pode ser uma projeção de sua própria apreensão em confiar no relacionamento. Homens ciumentos apresentam comportamentos com alegações infundadas sobre tentativas da mulher em atrair outros homens e de ter preferência ou dar atenção maior a outros homens. Homens ciumentos querem uma constante reafirmação de que os interesses de seus parceiros são voltados exclusivamente para eles.

Possessividade

Tratá-la como se você fossse uma das suas posses revela que o ciúme de seu parceiro pode ser um sinal de alerta sobre sua tendência para o comportamento abusivo. Quando você observa o comportamento controlador de um homem, pode ter uma fonte inicial de desacordo e conflito dentro da relação ao lutar pelo respeito à sua liberdade pessoal. Mas a conduta possessiva também pode levar a um comportamento mais ameaçador. Esteja ciente dos sinais perigosos de possessividade: quando um homem diz-lhe como se vestir, controla o seu dinheiro e transporte, decide com quais amigos você pode se relacionar e quantas vezes você pode sair de casa.

Isolamento

O homem motivado pelo comportamento ciumento quer a mulher toda para si mesmo; isso significa que ele não quer compartilhar sua parceira com mais ninguém, seja família ou amigos. Um homem controlador muitas vezes acredita que a relação da mulher com outras pessoas pode levá-la a voltar-se contra ele, por isso faz estipulações em seu contato com os outros, especialmente aqueles que representam mais ameaça: outros homens. Ao isolar você, ele mantém o poder de impor condições sobre onde e quando você pode socializar com os outros. Ao manter você em reclusão, ele não precisa preocupar-se com você deixando-o ou sendo atraída por outros homens. Ele tem o que quer: você só para ele.

Características do ciúme excessivo na relação

By | Taís | No Comments

A maioria das pessoas experimenta um ataque de ciúme em um momento ou outro. O ciúme não precisa interferir com a qualidade de seu relacionamento, desde que os sentimentos ciumentos sejam resolvidos por meio de uma comunicação reflexiva e com sensibilidade. No entanto, o ciúme extremo pode ser muito prejudicial. Um estudo mostrou que o ciúme insano é a crença fixa de que um parceiro é infiel e trai sexualmente pelas costas. Relações marcadas por extremo ciúme são potencialmente perigosas, porque tal comportamento pode rapidamente transformar-se em abuso e agressão. Algumas características são comuns ao ciúme extremo e você deve considerar esses sinais com cuidado se suspeitar que seu parceiro possa ser muito ciumento.

Controle

Um parceiro excessivamente ciumento é motivado pelo controle. Comportamentos controladores incluem monitoramento dos seus movimentos, recusando-se a permitir que você tenha um tempo sozinho ou com seus amigos e fazendo perguntas invasivas sobre suas interações com colegas de trabalho, conhecidos e até mesmo estranhos. Um parceiro excessivamente ciumento vai ver uma evidência de sedução nos comentários mais inócuos e nas fontes mais improváveis, incluindo a sua família e amigos íntimos. Em seu lado mais extremo, um parceiro ciumento também pode segui-lo para o trabalho, verificar a sua quilometragem do carro e tentar regular seus hábitos de consumo.

Possessividade

A possessividade extrema é outra marca registrada de um parceiro ciumento. O parceiro facilmente sente-se ameaçado, ressentindo-se de elogios, atenção ou carinho que você receba de outra pessoa. Outra característica de extrema possessividade inclui desconfiança e ressentimento em relação à sua aparência. Os esforços para se vestir bem para o trabalho são interpretados como uma tentativa de tornar-se atraente para os membros do sexo oposto. Seu parceiro também pode exigir um relatório de cada troca que você tem com um membro do sexo oposto, fazer comentários hostis sobre as pessoas com quem trabalha e constantemente acusá-lo de infidelidade. Suas tentativas de se defender provavelmente irão revelar-se infrutíferas. Um parceiro excessivamente ciumento está determinado a acreditar no pior sobre você.

Intimidação

Parceiros com ciúme doentio contam com ameaças e intimidações para o controle. As táticas de intimidação incluem fazer ameaças com olhares ou gestos, quebrar coisas na sua frente, destruir propriedade, prejudicar seus animais de estimação ou colocar armas em exposição. É importante notar que, mesmo que seu parceiro não coloque as mãos em você, ele ainda está tentando intimidá-lo através de ameaças implícitas de violência.

Ansiedade e depressão

Suas reações ao comportamento do seu parceiro também podem servir como um indicador do estado doentio de seu relacionamento. Se o seu parceiro é excessivamente ciumento, você pode sentir-se ansioso ou deprimido a maior parte do tempo. Pode começar a deixar de fazer as atividades que gosta em um esforço para evitar discussões. Para aplacar seu parceiro e evitar o constrangimento de uma explosão ciumenta, você também pode encontrar-se cortando o contato com as pessoas que ama. Se o seu relacionamento é caracterizado por sinais de ciúme extremo, considere obter ajuda profissional para superá-lo ou acabar com ele.

Quais são os tipos de ciúme que existem?

By | Taís | No Comments

O ciúme é uma emoção normal experimentada quando duas pessoas compartilham uma relação social ou pessoal e surgem sentimentos conflitantes de ansiedade, inveja, insegurança e frustração. O ciúme pode ser normal em algumas situações, tais como ambientes profissionais, em que os trabalhadores são estimulados a lutar por melhores posições ou circunstâncias. No entanto, em outros casos, o ciúme pode ser fantasioso e perigoso, particularmente em relacionamentos românticos. Ambos ciúmes, normais e fantasiosos, podem ser subclassificados pela forma como são sentidos em uma variedade de relacionamentos.

Rivalidade entre irmãos

Os membros da família comumente comparam-se uns aos outros. Uma forma comum de ciúme na família é a rivalidade entre irmãos, o que afeta os irmãos de todas as idades. Os irmãos podem comparar suas realizações com as do outro, competir pelo afeto de seus pais ou para brincar com o mesmo brinquedo. A rivalidade entre irmãos pode ser sentida no caso em que um irmão é mais bem-sucedido do que o outro na escola ou carreira, mas também pode ser sentida se um irmão tem uma deficiência que requer atenção extra de outros membros da família.

Ciúme no trabalho

O ciúme no trabalho surge entre colegas que disputam o mesmo tipo de posição. Se um colega sente que o outro recebeu uma promoção ou aumento de salário, mas não merecia, pode sentir ciúme. Um colega pode sentir-se especialmente com ciúmes se ele trabalhou com muito empenho para ganhar elogios, mas esses só foram concedidos à outra pessoa.

Ciúme romântico

O ciúme romântico é comum porque fortes laços emocionais deixam parceiros abertos a um potencial desgosto extremo. Quando duas pessoas juntam-se em um relacionamento romântico, com o amor recíproco, a maioria dos medos, vulnerabilidades e inseguranças decorrentes da infância parecem sumir. No entanto, quando surge uma ameaça, tais como uma suspeita de infidelidade, as inseguranças voltam com tudo. Mesmo a visão de uma pessoa atraente periférica pode causar ciúme em um parceiro normalmente seguro, ao sentir-se preocupado se o outro vai dar um “upgrade” para um modelo melhor.

Ciúme platônico

O ciúme surge nas amizades em razão das mesmas inseguranças encontradas em outros relacionamentos: sentimentos de comparação, medo de ser substituído e sentimentos de competição. Duas amigas do sexo feminino podem descobrir que se sentem atraídas pelo mesmo homem e afirmarem que não irão se relacionar com ele. No entanto, ambas podem começar a sentir insegurança e ciúmes por três fatores simultaneamente: elas podem se sentir competitivas para ganhar a atenção do homem; inseguras sobre suas habilidades individuais para conquistá-lo; e com medo de que o homem acabe por agir como um substituto da amiga.

Por que a comunicação não verbal é importante?

By | Taís | No Comments

Se você confiar apenas em palavras faladas para descobrir a intenção e o significado da comunicação com o outro, está susceptível a ter um significado limitado quase todas as vezes. Embora os pesquisadores debatam a extensão com que os sinais não verbais podem contribuir para a comunicação de emoção, alguns argumentam que esses sinais desempenham um papel importante. Avaliar com precisão o significado do comportamento não verbal pode determinar se seu relacionamento romântico com um parceiro terá sucesso ou irá falhar.

Avaliando a atração física

Avaliar a linguagem corporal é uma técnica valiosa para determinar se um potencial parceiro romântico é atraído por você. Nos estágios iniciais, a atração física é muitas vezes evidenciada quando um parceiro “acidentalmente” faz contato físico, por exemplo, encostando-se em você ao passar em um corredor. Em fases posteriores, uma vez que um relacionamento é estabelecido, os observadores podem notar que a linguagem corporal dos parceiros românticos é espelho um do outro.

Transmitindo empatia

O número de casais que se encontram e, inicialmente, desenvolvem suas relações exclusivamente on-line cresceu astronomicamente nos últimos anos. As mensagens de texto e conversas on-line têm muitos méritos, mas também são limitadas. A inclusão de vídeo e áudio pode ajudar a superar algumas dessas barreiras, mas não todas. Comunicação de empatia é uma forma importante em que os casais expressam afeto e carinho, e um meio vital de comunicação da empatia é através do toque físico não sexual. A frequência de toques físicos sociais é um determinante importante de empatia nas avaliações dos médicos em seus pacientes, por exemplo.

Prestando atenção nas mudanças

A forma como você trabalha as divergências e os desafios tanto pode aprofundar o seu relacionamento como destruí-lo. Por estar ciente de indicadores não verbais de raiva e ansiedade em seu parceiro, você pode resolver os problemas imediatamente, em vez de permitir-lhes corroer lentamente seu relacionamento. É importante estar atento para alterações da linha de base. Por exemplo, se o seu parceiro é normalmente falador e sempre se senta perto de você depois do jantar para conversar, mas agora está quieto e sentado em outra sala, isso pode indicar que algo está errado.

Evitando o excesso de interpretação

Ao avaliar a atração física de um parceiro potencial ou tentar determinar se o suspiro profundo do seu cônjuge significa que ele está irritado com você, é importante evitar tomar medidas imediatas com base em um único sinal, isolado. Embora os indicadores não verbais sejam aspectos críticos de comunicação, eles também são complexos, e um dado sinal pode carregar vários significados. Além disso, o significado de um determinado comportamento não verbal pode variar entre os indivíduos e ao longo do tempo. Algumas crenças comuns sobre indicadores não verbais de mentir, como a aversão ao olhar direto, realmente não têm mérito científico. Evite tirar conclusões precipitadas, e sempre peça a confirmação verbal para ter certeza de que você está na pista certa.