Cissus Quadrangularis e perda de peso

A Cis­sus quad­ran­gu­laris é uma planta trepadeira per­ten­cente à família de uva que se orig­ina da África e Ásia trop­i­cal. Ela tem sido usada na med­i­c­ina ayurvédica e Africana para mais de 100 anos para condições tais como a con­sol­i­dação da fratura, par­a­sitas diges­tivos, dor, asma e perío­dos irreg­u­lares. Três estu­dos mostram pos­i­tivos efeitos de perda de peso usando CQ, espe­cial­mente em com­bi­nação com out­ros pro­du­tos nat­u­rais, mas as doses variam de acordo com a com­bi­nação. Con­verse com seu médico antes de usar remé­dios de ervas para tratar qual­quer condição.

Fór­mula Cylaris

Em setem­bro de 2006, um estudo pub­li­cado na “Bio­Med Cen­tral” inves­tigou o efeito do CQ sobre a obesi­dade. Pesquisadores alis­taram 92 obe­sos e 31 indi­ví­duos com excesso de peso para a colo­cação em qua­tro gru­pos: placebo, obe­sos tomando for­mu­lação sem a inter­venção de dieta, obesi­dade e dieta tomando uma for­mu­lação e excesso de peso tomando for­mu­lação e dieta.

Gru­pos rece­beram 514 mg duas vezes por dia de placebo ou Cylaris, uma fór­mula que con­tinha um mín­imo de 2,5 por cento de CQ, soja albu­mina, extrato de chá verde, cafeína, cromo, selênio, vit­a­m­i­nas B-6 e B-12 e ácido fólico . Após oito sem­anas, o primeiro grupo perdeu 5 kg, O segundo perdeu 6.5kg, o ter­ceiro perdeu 8kg e o quarto grupo perdeu 8 kg. Aque­les que tomam a fór­mula aumen­tou o HDL, ou coles­terol bom, por 43 a 50 por cento, e diminuiu o coles­terol total e glicemia de jejum.

Cis­sus Quad­ran­gu­laris e Irvin­gia gabonensis

Um estudo pub­li­cado em março de 2008 na “Bio­Med Cen­tral”, avaliou o uso de CQ em um estudo ran­dom­izado para perda de peso. Setenta e duas pes­soas foram divi­di­das em três gru­pos, um recebendo um placebo de 250 mg, 150 mg extrato de CQ, e o último grupo uma com­bi­nação de 250 mg de CQ e Irvin­gia gabonensis.

No final do jul­ga­mento de 10 sem­anas, sem estip­u­lações dieta ou exer­cí­cio, a per­cent­agem média de perda de peso por grupo foi a seguinte: Placebo, 2,1 por cento; CQ, 8,8 por cento, e CQ / IB, 11,9 por cento. A por­cent­agem de perda de gor­dura cor­po­ral, que resul­tou foi a seguinte: P-4, CQ-14.6 e CQ/IB-20. Além disso, coles­terol total e LDL e os níveis de glicemia de jejum diminuiram com o grupo CQ / IB. Uma dose de 250 mg de CQ / IB parece ser mais efe­tiva neste estudo.

Cis­sus Quad­ran­gu­laris e CORE

Em 2007, um estudo pub­li­cado na “Bio­Med Cen­tral” com­parou os efeitos de um extrato de CQ padrão chamado CQR-300, com CORE — uma com­bi­nação de 7,5 mg CQ e niacina, extrato de chá verde, selênio, ácido de soja, albu­mina fólico e vit­a­m­i­nas B –6 e B-12 — sobre a obesidade.

Atribuído aleato­ri­a­mente, 153 par­tic­i­pantes rece­beram placebo, CQR-300 ou CORE duas vezes por dia durante seis sem­anas e foram atribuí­das 2100 calo­rias diárias. Os recep­tores de CQR-300 tiveram uma redução de 5,4 por cento no peso cor­po­ral, diminuição da glicemia de jejum de 14,6 por cento, uma redução do coles­terol total de 18 por cento e um aumento no HDL de 21,1 por cento. Os des­ti­natários CORE perderam 8,5 por cento do peso cor­po­ral, tiveram uma redução 16,1 por cento de gli­cose em jejum, uma diminuição de 26 por cento nos níveis de coles­terol e um aumento de 43 por cento no HDL. O Grupo placebo não teve mudanças significativas.

Con­sid­er­ações

Os Pesquisadores nesses estu­dos dizem que as for­mu­lações foram efi­cazes em com­bi­nação com dieta e exer­cí­cio, e garan­tem mais pesquisas para apli­cação clínica. Nen­hum desses par­tic­i­pantes do estudo apre­sen­taram efeitos colat­erais graves, mas as inter­ações com medica­men­tos é descon­hecida. Estu­dos atu­ais não emitem nen­hum aviso, mas uma inves­ti­gação mais apro­fun­dada é necessária para deter­mi­nar quais­quer efeitos secundários neg­a­tivos. Con­sulte seu médico antes de tomar CQ.

Couve – Benefícios para a Saúde

A Couve desintoxica e limpa as células

Por cerca de 20 anos, sabe-se que o trabalho de muitos fitonutrientes como antioxidantes para eliminar os radicais livres antes que eles poderem danificar o DNA, as membranas de células e moléculas que contém gordura como o colesterol.

Agora, novas pesquisas estão revelando que fitonutrientes, como a, trabalham num nível muito mais profundo. Estes compostos realmente dão sinal aos nossos genes para aumentar a produção de enzimas envolvidas na desintoxicação, o processo de limpeza através do qual o nosso corpo elimina compostos nocivos.

Esta sinergia natural aumenta a capacidade de nossas células para eliminar e limpar os radicais livres e toxinas, incluindo agentes cancerígenos. Esta é uma das razões porque os vegetais crucíferos parecem reduzir nosso risco de cancro de forma mais eficaz do que qualquer outros legumes ou frutas.

Estudos recentes mostram que aqueles que comem os vegetais crucíferos mais frequentemente têm um risco muito menor de cancro de próstata, colo-rectal e cancro do pulmão, mesmo quando comparados com aqueles que comem regularmente outros produtos hortícolas.

A Couve é fonte de Vitamina C

O repolho é abundante em vitamina C. Você ficará surpreso ao saber que a couve tem mais vitamina C do que as laranjas. A vitamina C, sendo um dos melhores antioxidantes, reduz os radicais livres no organismo, que são as causas básicas do envelhecimento.

Assim, a couve é muito útil no tratamento de úlceras, certos cânceres, depressões, para o fortalecimento do sistema imunológico e combate à tosse e ao resfriado, cicatrização de feridas e tecidos danificados, o bom funcionamento do sistema nervoso e, assim, ajudar a curar a doença de Alzheimer, etc

A Couve é rica em Fibra

O repolho é muito rico em fibra. Assim, é um bom remédio para a prisão de ventre e problemas relacionados.

A Couve é benéfica para o cérebro

O repolho, sendo rico em iodo, ajuda no bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso, além de manter as glândulas endócrinas em bom estado. Assim, é bom para o cérebro e tratamento dos transtornos neuróticos como a doença de Alzheimer.

Os nutrientes presentes na couve tais como a vitamina E, que mantém a pele, olhos e cabelos saudáveis, cálcio, magnésio, potássio, etc, são muito úteis para a saúde em geral.

A Couve promove a saúde gastrointestinal

As pesquisas recentes têm aumentado bastante a compreensão dos cientistas de como vegetais da família Brassica como a couve, couve-flor, brócolos, couve e couve de Bruxelas pode ajudar a prevenir cancro do cólon.

Quando estes vegetais são cortados, mastigados ou digeridos, um composto contendo enxofre chamado sinigrin é colocado em contato com a enzima mirosinase, resultando na libertação de glicose e produtos de degradação, incluindo compostos altamente reactivos chamados isotiocianatos.

A Couve Promove a Saúde da mulher

Muitas investigações têm incidido sobre os fitonutrientes benéficos na couve, particularmente o 3-carbinole (I3C), sulforafano e indóis.

Estes dois compostos activam e ajudam a estabilizar os antioxidantes do organismo e os mecanismos de desintoxicação que eliminam substâncias que podem causar cancro. I3C ajuda a melhorar a desintoxicação do estrógeno e reduz a incidência de cancro da mama.

A Couve combate a úlcera péptica

O Sumo de couve é bem é extremamente eficaz no tratamento de úlceras pépticas. O alto teor de glutamina, um aminoácido que é o combustível preferido para as células do estômago e intestino delgado, é provável ser a razão pela qual o sumo de couve é eficaz na cura de úlceras.

A Couve protege contra a doença de Alzheimer

Na doença de Alzheimer, um aumento da produção ou da acumulação de uma proteína chamada beta-amilóide resulta em danos cerebrais e morte da célula oxidativa (radicais livres de stress).

Os antioxidantes Polifenóis abundantes na couve roxa, em especial as antocianinas, podem proteger as células do cérebro contra os danos causados pela proteína beta-amilóide, sugere um estudo publicado em Food Science and Technology.

Couve roxa contém significativamente mais fitonutrientes protectores do que a couve branca:
A capacidade antioxidante da couve roxa é de seis a oito vezes maior do que a da couve branca.

Sopa de Legumes é saudável?

Legumes e frutas compõem a base de uma dieta saudável, mas apenas um em cada nove americanos realmente consome bastante a cada dia, de acordo com a Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health. Sopa de legumes fornece uma maneira de aumentar a sua ingestão de veggie. Algumas sopas de legumes contêm grandes quantidades de sódio, o que pode representar um risco para a saúde, mas sopas com menor teor de sódio podem fazer uma adição saudável à sua dieta.

Ferro

Sopa de legumes contém ferro, um mineral importante se você seguir um estilo de vida ativo. Você precisa de ferro para produzir energia. Ferro ajuda seus músculos loja de oxigênio – que podem ser usados ​​durante a atividade física – e ajuda as células vermelhas do sangue fornecer seus tecidos com oxigênio fresco. A 1 xícara de servir de sopa de legumes contém cerca de 1,7 miligramas de ferro – 21 por cento da ingestão diária recomendada para homens ou 9 por cento para as mulheres, de acordo com o Instituto Linus Pauling. Mexa feijão cozido à sua sopa de legumes para aumentar seu teor de ferro – meia xícara de feijão acrescenta dois miligramas de ferro.

Vitamina A

Sopa de legumes serve como uma excelente fonte de vitamina A. Cada xícara de sopa contém até 6.000 unidades internacionais de vitamina A, ou toda a sua ingestão diária recomendada, de acordo com o Instituto Linus Pauling. Ficando bastante vitamina A ajuda a manter os tecidos saudáveis ​​- que orienta o desenvolvimento de novas células, de modo que eles possam amadurecer em tecido funcional. A vitamina A também regula a atividade das células do sistema imunológico para aumentar a sua imunidade, e desempenha um papel na visão saudável, especialmente com pouca luz.

Vitamina K

Sopa de legumes também aumenta a sua ingestão de vitamina K. A vitamina K ajuda activar uma variedade de proteínas, incluindo aqueles envolvidos em depositar um novo tecido ósseo. Também ativa compostos importantes para a coagulação do sangue, e recebendo quantidade suficiente de vitamina K em sua dieta protege você de sangramento excessivo. Consumir uma xícara de sopa de legumes fornece 19,8 microgramas de vitamina K. Isso contribui 16 por cento para a ingestão diária recomendada de vitamina K para homens ou 22 por cento para as mulheres, de acordo com o Instituto Linus Pauling.

Considerações e Dicas para servir

Regular de sopa de legumes em conserva contém 404 miligramas por copo – e se você se comer o todo pode, você está olhando para a ingestão de sódio de 889 miligramas, quase dois terços da sua ingestão diária recomendada. Sopa “Baixo teor de sódio” não se saem melhor – que contém 491 miligramas de sódio por copo. Faça verdadeira sopa de baixo teor de sódio, fazendo a sua própria sopa de legumes em casa, usando frango sem sódio ou caldo de legumes, juntamente com os seus legumes favoritos. Experiência com sopas de legumes amassados ​​- cenoura, gengibre e maçã faz uma sopa brilhante de sabor e preço acessível, enquanto pimentão vermelho assado e tomate torna-se uma opção mais substanciosas.

 

Dietas das Modelos da Victoria’s Secret

Bons genes cer­ta­mente aju­dam se você aspira a tornar-se mod­elo da Vic­to­ria Secret, mas mesmo as belezas de lin­gerie famosas respeitam os dois fatores mais essen­ci­ais para a manutenção de um corpo belo: ali­men­tos nutri­tivos e exer­cí­cio. Alguns dos mod­e­los escapam quando comem cer­tos ali­men­tos não nutri­tivos graças a um metab­o­lismo alto, mas, em geral, estas sen­ho­ras man­têm seus números, exerci­tando e man­tendo uma ali­men­tação saudável.

Adri­ana Lima

O Mod­elo brasileira Adri­ana Lima adere à dieta con­t­role de porçóes, o que lhe per­mite comer todos os ali­men­tos que você come nor­mal­mente, mas ape­nas restringe a quan­ti­dade. Adri­ana come muitas fru­tas e veg­e­tais fres­cos, mas a con­trola as sementes e grãos que ela con­some. Sua comida favorita é a brasileira, de acordo com BecomeGorgeous.com, que é con­hecida por ser pesada na carne. Cortes de carne magra, porém, em porções con­tro­ladas são saudáveis ​​e essen­ci­ais para uma dieta nutri­tiva. Adri­ana Lima com­ple­menta sua dieta com abundân­cia de aeróbica na forma do estilo Capoeira, que infunde inten­sas téc­ni­cas de artes marciais .

Heidi Klum

A alemã Heidi Klum é um dos ros­tos mais recon­heci­dos da Vic­to­rias Secret, e com a idade de 37 ela manteve-se um dos mod­e­los top da empresa. Klum começou com o plano de dieta New York Body depois de se tornar mãe. A dieta tem como obje­tivo pro­duzir resul­ta­dos sig­ni­fica­tivos em ape­nas duas sem­anas por restringir com­ple­ta­mente o pão, lat­icínios, doces e álcool. Não mais do que 1.200 calo­rias devem ser con­sum­i­das diari­a­mente neste plano de dieta. Klum conta que ela come uma pequena refeição a cada três horas para man­ter seu metab­o­lismo alto. Comer depois das oito horas da noite está fora de questão e fru­tas é o único lanche que ela come, sendo as maçãs a sua fruta favorita.

Gisele Bund­chen

Outro mod­elo brasileira, Gisele Bund­chen, é uma das mod­e­los da Vic­to­rias Secret de maior sucesso. Bem como Lima, ela tam­bém é uma come­dora de carne e uma fã de cheese­burg­ers. Bund­chen com­ple­menta sua dieta de alta pro­teína com yoga e cam­in­hadas, que a aju­dam a relaxar. Ela diz que ela vai api­menta muitas de suas refeições com pimenta caiena, o que ajuda a des­en­cadear proces­sos metabóli­cos para queimar as célu­las de gordura.

Miranda Kerr

O mod­elo da Vic­to­rias Secret Miranda Kerr man­tém seu corpo tonifi­cado pela ingestão de grande quan­ti­dade de car­boidratos saudáveis ​​e pro­teína magra, incluindo aveia, legumes, iogurte desnatado, fru­tas e ovos bran­cos. O almoço geral­mente é com­posto por sal­adas com frango ou peixe, enquanto o jan­tar inclui mais do mesmo, bem como peru e veg­e­tais. Kerr rev­ela que algu­mas das com­bi­nações de seu café da manhã inclui tor­rada coberta com iogurte e aba­cate. Ela tam­bém admite ter uma fraqueza pelo choco­late. Uma mis­tura de yoga, exer­cí­cios de baixo impacto e resistên­cia car­dio com­põem seus 75 min­u­tos de exer­cí­cios que ela faz três a qua­tro vezes por semana.

Marisa Miller

O seg­redo da Marissa Miller para ema­gre­cer rápido antes de ir para uma sessão de fotos da Vic­to­ria Secret é comer somente ali­men­tos fres­cos, saudáveis, e beber muita água 48 horas de ante­cedên­cia. Para a dieta do dia-a-dia, ela elim­ina soda, car­boidratos e álcool. A mod­ela nativa da Cal­ifór­nia concentra-se em treina­mento de resistên­cia para man­ter o tônus ​​mus­cu­lar e cur­vas. Ela viaja com faixas de resistên­cia em todas as suas via­gens, porque eles são fáceis de trans­portar e podem ser usadas prati­ca­mente em qual­quer lugar. Miller tam­bém gosta de se exerci­tar ao ar livre e ela faz do remo uma parte reg­u­lar de seu treino.

 

Benefícios da Glutationa

A Glutationa, ou GSH, é encontrada em todas as células do corpo e também está disponível como um suplemento. Há muitos benefícios em complementar sua dieta com glutationa. É utilizada para tratar a síndrome da fadiga crônica, algumas doenças de pulmão, reforçar o sistema imunológico e tem sido usada para tratar o HIV / Aids e alguns tipos de câncer. Comer uma dieta saudável, rica em frutas e vegetais frescos, permite obter o suficiente de glutationa para atingir a dose diária de GSH. No entanto, ao comer uma dieta pobre, os níveis de glutationa podem ser baixos e suplementação extra pode ser necessária.

SOBRE A GLUTATIONA

Glutationa, ou GSH, é uma proteína de ocorrência natural que protege todas as células, tecidos e órgãos de radicais livres tóxicos e doenças. O suplemento contém três aminoácidos: glicina, glutamato (ácido glutâmico) e cisteína. Os Suplementos de GSH contêm uma elevada concentração de cisteína e têm muitas das mesmas proteínas encontradas no leite que melhora a função do sistema imunitário. A Glutationa pode ajudar a reparar as células danificadas ​​pelo estresse, radiação, poluição, infecção, e uma série de outras doenças. Ao longo dos estágios de envelhecimento, as células começam a perder a sua capacidade de se reparar e produzir fortes antioxidantes. Beneficiando o seu corpo com suplementos de glutationa aumenta os níveis deste antioxidante natural.

GLUTATIONA COMO ANTIOXIDANTE

Embora as vitaminas C e E sejam os suplementos mais conhecidos para reforçar os níveis de antioxidantes, porque eles neutralizam os radicais livres, a glutationa tem a vantagem de ser um poderoso antioxidante porque existe dentro da célula. A glutationa encontra-se em todos os tipos de células, incluindo células do sistema imunitário. A Glutationa ajuda a lutar contra a doença, e é por isso que os defensores do suplemento sugerem que este funciona contra o câncer e outras doenças.

DOSES RECOMENDADAS DE GLUTATIONA

Pesquisa realizada sugere que tomar glutationa oral não funciona tão bem como tomar o suplemento por injeção. Uma vez que isto coloca uma série de problemas, alguns médicos acreditam que tomar as moléculas precursoras de glutationa, como cisteína, é a melhor maneira de obter o antioxidante em seu sistema. Doses de 10 a 20 gramas por dia de um suplemento de cisteína é benéfico para a saúde e para a função do sistema imunológico. Fale com um médico antes de tomar o suplemento para garantir sua segurança.

RISCOS E PESQUISA

A glutationa tem proteínas à base de leite que podem afetar as pessoas com alergias ao leite ou lactose e devem evitar este suplemento. Os pacientes que foram recentemente diagnosticados com câncer devem consultar com seu médico antes de tomar o suplemento. Este suplemento pode ser melhor usado como uma medida preventiva e não como uma cura.

História do Tomate

Embora o tomate está intimamente associado com a cozinha italiana, eles são realmente originários no lado ocidental da América do Sul, incluindo as Ilhas Galápagos. O primeiro tipo de tomateiro assemelhava-se mais ao tomate de tamanho cereja do que às variedades maiores.

Os conquistadores espanhóis que vieram para o México logo após a descoberta de Colombo do Novo Mundo “descobriram” o tomate e trouxeram as sementes para a Espanha, e assim foi a introdução do tomate na Europa.

Embora o uso de tomate fosse comum por toda a Europa no século 16, não era originalmente um alimento muito popular porque muitas pessoas tinham a crença de que o tomate era venenoso, uma vez que era um membro da família Nightshade mortal.
As folhas da planta de tomate, mas não os seus frutos, contêm alcalóides tóxicos. No entanto, devido a esta crença, o tomate foi mais frequentemente cultivado como uma planta de jardim ornamental do que como um alimento durante muitos séculos em vários países europeus.

O Tomate fez a sua viagem para a América do Norte com os colonos que se estabeleceram na Virgínia, mas não ganhou popularidade até o final do século 19. Desde Hoje, os Estados Unidos, Rússia, Itália, Espanha, China e Turquia estão entre os maiores produtores comerciais de tomate.

Nutrientes que não fornecem energia

Seu corpo depende de vários nutrientes, como vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes, para as funções diárias. No entanto, esses nutrientes não têm calorias, ou seja, eles não fornecem energia. Alguns tipos de nutrientes estão envolvidos na digestão, por isso mesmo que eles ajudam a quebrar a comida para a energia, eles não fornecem energia por si mesmos.

Vitaminas

Você precisa de vitaminas para a função imunológica, crescimento, funções oculares normais e uma série de atividades biológicas. As vitaminas vêm em duas formas: solúveis em água e solúveis em gordura. Vitaminas solúveis em água incluem uma série de vitaminas do complexo B e vitamina C. Você precisa consumir vitaminas solúveis em água dos alimentos ao longo do dia, uma vez que seu corpo não tem uma maneira de armazená-los. Vitaminas solúveis em gordura são absorvidos e armazenada com a ajuda de gordura. Estas vitaminas, que são A, D, E e K, vão ficar em seu corpo até que seja necessário. Mesmo que as vitaminas não tenham calorias e não podem dar-lhe a energia diretamente, alguns deles estão envolvidos no metabolismo energético. Por exemplo, tiamina, niacina e riboflavina, que são todas as vitaminas do complexo B, puxar energia dos carboidratos, proteínas e gorduras em sua dieta, mas as vitaminas do complexo B não fornecem energia de forma independente.

Minerais

Você precisa de minerais em sua dieta diária para manter os ossos fortes, regular o sistema imunológico, produzir certos hormônios e realizar diversas outras funções, mas eles não te dão energia. Minerais podem ser micro ou macro. Microminerais, incluindo o cobre, ferro, iodo e cromo, são minerais que você necessita em pequenas quantidades a cada dia. Macrominerais, tais como cálcio, magnésio, potássio e fósforo, são necessárias quantidades muito maiores. Os minerais são muitas vezes dependentes de vitaminas para funcionar. O cálcio, por exemplo, não pode ser agarrado sem a ajuda de vitamina D e ferro não-heme de frutas e legumes precisa de vitamina C para absorver de forma mais eficiente.

Fibra

A fibra é essencial para a digestão, mas não faz nada para níveis de energia. Alimentos de origem vegetal, incluindo frutas, verduras, legumes, nozes e feijão, são os únicos tipos de alimentos que têm fibra. A fibra insolúvel é o Woody, rígida parte externa das paredes celulares, que muitas vezes faz com que a pele e as veias de alimentos de origem vegetal. Peles de maçã, muitos grãos integrais, nozes, milho e outros tipos de vegetais têm uma quantidade elevada de fibra insolúvel. Este tipo de fibra varre o seu trato digestivo e acelera a digestão. A fibra solúvel é a parte macia de células vegetais que possuem sobre a água, tais como o soft dentro partes de frutas, aveia e feijão. Como a fibra solúvel trabalha o seu caminho através de seus intestinos, ele retarda a digestão e dá vitaminas e minerais tempo suficiente para absorver.

Antioxidantes

Os antioxidantes são componentes dos alimentos que protegem as células e reduzir o risco de doenças crônicas, no entanto, eles não fornecem energia. Estes nutrientes, como selênio, licopeno, vitamina C e beta-caroteno, neutralizam os radicais livres que se alimentam de células saudáveis. Quando você tem uma grande quantidade de radicais livres em seu sistema, as células tornam-se danificadas e seu risco de câncer, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2 aumenta. Antioxidantes representam cores brilhantes em alimentos, para encher sua dieta com todas as cores do arco-íris garante que você terá vários tipos principais de antioxidantes na sua dieta. Como um exemplo, o licopeno a partir de tomates é vermelho, enquanto o beta-caroteno em batata-doce constitui a cor laranja do vegetal.

 

Eu me canso tão facilmente ENQUANTO correndo

Correr e correr são excelentes formas de exercício físico, o que pode ajudá-lo a manter um peso saudável. Além disso, o exercício aeróbico regular pode melhorar tudo, desde a sua saúde cardiovascular com seu humor em geral. Se você encontrar funcionando muito fisicamente cansativo, você deve resolver quaisquer problemas ou fatores que poderiam ser retardando para baixo. Consulte o seu médico para aconselhamento médico antes de iniciar qualquer novo regime do exercício ou se você está preocupado com o seu cansaço.

Condições médicas subjacentes

Cansaço inesperado durante a execução pode indicar uma condição médica conhecida ou desconhecida. A asma, por exemplo, pode torná-lo cansado e lento durante a corrida, porque a respiração apertada leva a um menor fluxo de oxigênio através de seus pulmões para seu sangue e músculos. Obter marcada por seu prestador de cuidados de saúde, e observar todas as medidas médicas preventivas ele recomenda. Por exemplo, se você tem asma, você provavelmente iria fazer um regime regular de uso inalador preventiva e carregando um inalador de alívio para ser usado se você tiver sintomas de asma durante o treino.

Agendamento de suas corridas

Mais pessoas experimentam fluxos e refluxos no nível de energia durante todo o dia, como você se sentir cansado pode ser afetada pela hora do dia, a sua qualidade de sono eo momento de suas refeições. Algumas pessoas acham que correr a primeira coisa na parte da manhã é menos cansativo do que no final do dia, enquanto outros acham que o frio da noite faz correr menos cansativo.

Se você é novo para correr, não exagere na intensidade ou duração de suas sessões. Começando com tiragens menores, ou uma mistura de caminhada e corrida, irá ajudá-lo a construir a sua resistência e fitness. Assim que estiver resolvido em um regime de treinamento regular, variar a duração de corridas durante a semana. Iniciante Triathlete.com recomenda tomar pelo menos dois dias de descanso por semana.

Nutrição

Controlando a ingestão total de calorias pode ajudar a perder o excesso de peso ou manter um peso saudável, enquanto que certos nutrientes e eletrólitos podem ajudar a melhorar o seu desempenho global em execução. Qualquer peso extra que você está carregando vai fazer correr mais cansativo. As bebidas esportivas que contêm o açúcar simples glicose e eletrólitos necessários para o funcionamento do músculo ter sido provada a melhorar o desempenho dos corredores. Um estudo publicado no “International Journal of Sport Nutrition e Exercício do Metabolismo” encontrados corredores foi mais longe em uma hora se tinham consumido uma bebida de glicose e eletrólitos antes de começar a correr.

Equipamentos e Terrain

Onde você corre, e que você usa durante a execução, pode afetar significativamente os seus níveis de fadiga. Obviamente, correr em subidas íngremes é mais cansativo do que correr em terreno plano, e as superfícies de hard-embalados, tais como pavimento tendem a ser mais cansativo do que superfícies macias. Tênis de corrida pode ajudar a prevenir a fadiga, a maioria dos corredores têm algum grau ou pronação ou supinação em seus andamentos, e corretamente embutidos, tênis de apoio pode reduzir a fadiga relacionada com a marcha. Tênis de corrida precisa ser substituído a cada 250 a 400 milhas; sapatos desgastados irá aumentar a sua fadiga durante o exercício.

Você pode ter um útero pequeno e estar grávida?

Não é possível confirmar ou descartar a gravidez, com base em um ou mesmo vários sintomas. Até o seu médico detectar um batimento cardíaco fetal, todos os sintomas da gravidez que você experimentou são apenas indicadores de que você pode estar grávida, diz o americano Pregnancy Association, ou APA. Se o seu útero parece pequeno, mas você tem razão para pensar que está grávida, consulte um médico e pedir um exame.

Um entre muitos

Um útero em crescimento é um sinal de gravidez precoce, mas não é de forma alguma o único – ou mais cedo – um. Outros sinais e sintomas incluem a ausência de menstruação, aumento das mamas, náuseas, fadiga, compulsão alimentar ou aversões e uma necessidade freqüente de urinar. Você pode experimentar uma série de sintomas, ou apenas um ou dois, alguns dos quais aparecem dentro de semanas ou mesmo dias, da concepção. Se você sentir sintomas de gravidez precoce, mas não vejo nenhuma mudança no tamanho de seu abdômen, a gravidez ainda é uma possibilidade. Mesmo que o médico realizou um exame pélvico e detecta nenhum crescimento em seu útero, ela é improvável para descartar gravidez. Ela provavelmente irá recomendar um re-check-in várias semanas se você não conseguir obter o seu período e continuar a sentir os sintomas da gravidez-like.

Early Growth uterina

Situado na pelve entre a bexiga eo reto, o útero é um órgão em forma de pêra que normalmente mede cerca de três centímetros de comprimento antes da gravidez, de acordo com MedlinePlus, um site da National Library of Medicine. A principal função do útero é proteger e nutrir um bebê antes do nascimento. Você é correto pensar que o seu útero deve crescer se você está grávida, porque o útero se expande continuamente para acomodar o feto em desenvolvimento. Você e seu médico pode ser capaz de detectar o crescimento em seu útero antes das 12 semanas, a APA diz, porque o útero geralmente fica escondido entre os ossos da pélvis até que ponto a sua gravidez. Como resultado, é provável que você experimentar muitos outros sintomas de gravidez antes de sua barriga incha visivelmente.

Outras Considerações

Várias razões podem explicar por que seu útero pode parecer pequeno, mesmo se ele está crescendo. De acordo com Birth.com, sua altura, peso e construir um papel de destaque na forma como seu bojo a gravidez é, assim como a orientação do seu bebê dentro do útero. Além disso, se esta é sua primeira gravidez – ou se você tem um núcleo de corpo apertado, bem tonificado – os músculos abdominais e os ligamentos podem estar no trabalho manter seu útero dobrado dentro de sua pélvis. A história da família e etnia também podem ser fatores.

Recomendações

Enquanto você aguarda a confirmação da gravidez, considere fazer quaisquer mudanças de estilo de vida necessárias para proteger a saúde do feto que você pode estar carregando. Leia-se sobre como proteger um feto de vários perigos dos alimentos, e evitar procedimentos médicos, uso de drogas, a exposição a certos produtos químicos e participação em atividades que podem ser prejudiciais durante a gravidez. Agende uma consulta de seguimento com o seu médico, deixe-a avaliar se o seu útero cresceu e mantê-la informada de quaisquer novos sintomas que se desenvolvem. Se o seu médico domina finalmente a gravidez como a causa de seus sintomas, trabalham juntos para determinar a causa real.

Prisão de Ventre em Bebês Prematuros

Bebês prematuros podem term mais problemas com prisão de ventre do que os bebês nascidos da data prevista por várias razões. Diminuição do tônus ​​muscular, fórmulas para prematuros e uma história de infecções intestinais podem contribuir para problemas com fezes de bebês prematuros.. Converse com o médico do seu bebê, se você acha que ele está com prisão de ventre.

Causas

A prisão de ventre em bebês prematuros pode ser o resultado de vários fatores. Os prematuros muitas vezes recebem fórmula de alto teor calórico com ferro para atender às suas crescentes necessidades nutricionais. O ferro pode causar prisão de ventre. Muitos dos prematuros também apresentam um tônus ​​muscular reduzido durante os primeiros anos de vida. Isto inclui os músculos que movem os resíduos ao longo do tracto gastrointestinal. Quando as funções do trato funcionam de forma mais lenta do que o normal, o bebê absorve mais água do intestino, fazendo com que as fezes sejam mais duras, secas e mais difíceis de passar. Muitos prematuros também desenvolver infecções intestinais que danificam partes do intestino, por vezes de forma permanente. O intestino danificado pode funcionar com menos eficiência.

Os sintomas

O número de vezes que o seu bebê evacua a cada dia não define prisão de ventre. Muitos bebês perfeitamente saudáveis ​​só tem movimentos intestinais a cada poucos dias, especialmente se você amamentar. A prisão de ventre refere-se à qualidade, não a quantidade de fezes do seu bebê. Fezes duras, secas e difíceis de passar fezes constituem a prisão de ventre, e não o fato de que seu bebê não tem uma evacuação a cada dia. Esticar, chorando ou gemendo ao ter uma evacuação não significa necessariamente que ele está com prisão de ventre, embora possa. Novos bebês não estão familiarizados com as sensações de passagem de um movimento intestinal e muitas vezes reagem com expressões faciais e sons que fazem parecer que eles estão a ter uma evacuação difícil, mesmo quando não é. No entanto, estrias de sangue do lado de fora das fezes pode indicar fezes de difícil passagem.

Tratamento e Prevenção

Nunca dê um bebê prematuro medicamentos para tratar a prisão de ventre sem a aprovação do seu médico. Se o seu médico aprovar, mudando a fórmula de seu bebê, dando supositórios de glicerina ou tomando medidas simples, como um banho quente ou massagem abdominal suave pode ajudar.