8 maneiras fáceis para impulsionar o seu bem-estar mental

Enzimas na pele de maçãs frescas

Profissionais médicos reconhecem que o cérebro desempenha um importante papel no desenvolvimento de muitas doenças. As manifestações físicas de uma doença, a não ser causada por trauma mecânico, não podem ser separadas da nossa vida emocional, também conhecido como “o bem-estar mental.”

Palavras de Descartes, cogito ergo sum , ou ‘eu penso, logo existo’, ilumina uma proposição importante: Através de pensamentos processados em nosso cérebro, estamos conscientes de nós mesmos. Isso nos permite perceber e experimentar o nosso ambiente e contribuir para a nossa sociedade.

Além de fornecer um senso de autoconsciência, nossos cérebros constantemente absorvem e processam informações além de darem instruções aos nossos corpos para continuarmos alegremente em nossas vidas.

Como podemos criar uma rotina que persegue e mantém o bem-estar mental? Em primeiro lugar, assim como um programa físico-fitness, um programa cérebro-fitness deve ser multidimensional – envolvendo todas as partes do cérebro – e desafiador o suficiente para evitar um cérebro-fitness “plateau”.

Manter o cérebro ativo e em forma é imperativo para a saúde não apenas dos idosos, mas para pessoas de qualquer idade. Além de aumentar a acuidade mental e evitar muitas formas de demência, um cérebro saudável também promove a função executiva e a capacidade de garantir que as coisas serão feitas.

Você pode alimentar o seu bem-estar mental modificando algumas de suas rotinas. Experimente algumas dessas mudanças de estilo de vida simples:

Quebre a sua rotina: Ao quebrar a rotina cria-se mais estimulação cerebral. Introduza novos alimentos ou novas formas de comer a mesma comida. Tente tomar um caminho diferente para o supermercado ou igreja.

Voluntariado e amizade: Doar seu tempo para ajudar os outros tem sido documentado como benéfico para a sua saúde. A experiência de ligação, carinho e socialização libera hormônios capazes de suprimir respostas de ansiedade e estresse psicológico.

Obter um bom sono: Boa qualidade e quantidade do sono permitem que os músculos e articulações descansem e se reparem além de fornecer o tempo de inatividade necessário para o cérebro para manter a boa acuidade mental.

Aproveite o seu tempo: Caminhe com mais lentidão e cheire as rosas. Correria cria alta ansiedade, aproveitar o tempo e ser mais consciente aumenta a capacidade de se concentrar e inibe distrações, maximizando assim a capacidade cognitiva.

Dançar como se não houvesse amanhã: Os adultos mais velhos que fazem exercício físico regular são 60 por cento menos suscetíveis de ter demência. Exercício aumenta o nível de oxigênio para o cérebro e libera uma proteína que fortalece as células e os neurônios. Dançar envolve todos os itens acima, juntamente com a atividade cerebral presente na aprendizagem e memória.

Coma para o seu cérebro: Certifique-se de obter seus ácidos graxos e ômega 3. Esses ácidos são cruciais para o bom funcionamento das células cerebrais. Você pode encontrar ômega 3 em peixes gordos como o salmão ou sardinha, bem como em alimentos de origem vegetal, como linhaça e sementes de chia. Polvilhe algumas sementes de linhaça ou chia em sua farinha de aveia para um impulso extra na parte da manhã.

Sorriso: Os cientistas sugerem que podemos reprogramar nosso cérebro para um ponto de felicidade maior através de sorrisos, visualizando experiências belas e prestando atenção às coisas boas da vida.

Rir muito: Alguns chamam isso de corrida interna – as endorfinas e dopamina liberadas pelo cérebro durante o riso aumentam nossa sensação de prazer. Procure uma oportunidade para uma boa risada. É um ótimo remédio e funciona como um potencializador de memória ao adicionar qualidade de vida.

Enzimas na pele de maçãs frescas

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Como se livrar das manchas escuras nos dentes?

As manchas escuras nos dentes, em tons de marrom, são normalmente o resultado do consumo de café e chá. Ao...

Fechar