As melhores ervas para a saúde da tireoide

Melhores alimentos para a saúde dos olhos
O que é a desnutrição?

Se sua glândula tireoide não funciona corretamente, o hormônio produzido por ela não vai atingir os níveis adequados, e isso irá deixá-lo cansado, com ganho de peso inexplicável ou perda rápida de peso, incapaz de relaxar ou dormir. Em alguns casos, uma tiroide inflamada pode levar a estágios tanto de tiroide hiperativa como hipoativa, com cada tipo requerendo tratamentos diferentes. Algumas ervas e minerais podem ajudar a aliviar as queixas de uma tireoide funcionando mal, mas sempre verifique com seu médico a dosagem adequada e possíveis efeitos colaterais e interações medicamentosas.

Ervas para hipertireoidismo

Os sintomas primários do hipertiroidismo, ou seja, quando a tireoide está hiperativa e produz excesso de hormônios tireoidianos, incluem nervosismo, perda excessiva de peso, taquicardia e insônia.

A ajuga, também conhecida por erva-férrea, pode ajudar a estabilizar uma tireoide hiperativa. A recomendação é fazer um chá com 2 g da erva seca. O bálsamo de limão também pode ser usado sozinho ou com a ajuga para tratar o hipertiroidismo. Use 2 colheres de sopa do bálsamo de limão seco.

Chá de Leonurus cardiaca, também conhecida como agripalma, é recomendado para a pulsação rápida associada com uma tiroide hiperativa. Use 2 g da erva para fazer o chá e beba três vezes ao dia.

Uma enzima extraída do abacaxi, o suplemento bromelina, parece aliviar a inflamação, que quando ocorre na tiroide pode desencadear o hipertiroidismo. A sugestão é tomar 250 mg a 500 mg de bromelina três vezes por dia.

Tomar um suplemento de açafrão cada vez que você beber o chá de bromelina pode aumentar a eficácia deste último. Ingerir doses de 500 mg.

Ervas para hipotiroidismo

O hipotiroidismo é quando a tireoide está hipoativa, ou seja, produz pouco hormônio tireoidiano. Os sintomas incluem fadiga, ganho de peso, tremores, cãibras musculares e pesado fluxo menstrual em mulheres.

A erva Coleus Forskohlii parece ajudar glândulas da tiroide hipoativas, aumentando a quantidade de hormônio que ela produz. Tomar de 50 mg a 100 mg, três vezes ao dia.

A Crataegus, também conhecida como espinheiro-branco, pode ajudar a baixar níveis elevados de colesterol ruim, um sintoma que às vezes acompanha a tireoide hipoativa. Tomar cápsulas de 500 mg, duas vezes por dia, para diminuir esse efeito.

Fucus vesiculous, também conhecida como bodelha, só é aconselhável quando a tireoide hipoativa estiver ligada a uma deficiência de iodo, que é rara no mundo ocidental. Beba apenas quando indicado por um médico.

Ervas para a saúde geral da tireoide

Cavalinha, algas e palha de aveia são três plantas ricas em minerais que podem ajudar a promover a função da tireoide. Além disso, também há indicação do mineral selênio, encontrado em certos alimentos e ervas, incluindo gérmen de trigo, folhas de framboesa, alfafa, raiz de bardana, ginseng e milefólio (mil-em-rama). O selênio também pode ser encontrado em forma de cápsula.

A eficácia específica do selênio na função da tiroide ainda não está clara, mas as pessoas com deficiências naturais do mineral frequentemente desenvolvem problemas de tireoide. O selênio pode ajudar com a doença de Graves relacionada com a tireoide e bócio, mas pergunte ao seu médico sobre as últimas pesquisas e os prós e contras da adição de alimentos ricos em selênio ou ervas à sua dieta ou ingestão de suplementos.

O selênio desempenha um papel na função da tireoide e é necessário para que o sistema imunológico funcione corretamente. No entanto, na maioria dos casos os cientistas não têm certeza se os níveis baixos de selênio são uma causa ou um efeito da doença.

Melhores alimentos para a saúde dos olhos
O que é a desnutrição?

Poste um comentário

Leia o post anterior:
O que é a desnutrição?

A desnutrição é uma condição comum e prejudicial que deve ser abordada de forma rápida e abrangente. Nutricionistas estão trabalhando duro...

Fechar