Como ter paciência com recém-nascidos

O grão-de-bico pode reduzir o colesterol?
Por que você acorda sempre à mesma hora

Por mais que você tenha desejado muito a chegada de seu bebê, a rotina diária de cuidar de um recém-nascido pode se tornar um desafio. Um recém-nascido não tem paciência para esperar a sua vez e ele não entende que você está cansado no meio da noite. Mantenha os cuidados com seu recém-nascido com paciência e amor. Antes que você perceba, o seu bebê minúsculo estará andando e falando.

Passo 1

Cuide de suas próprias necessidades físicas e emocionais, mesmo quando tem um recém-nascido que precisa de você. Vá para a cama cedo ou durma até tarde sempre que puder para garantir a máxima quantidade de sono possível. Tire algum tempo todos os dias – mesmo que apenas por alguns minutos – para rejuvenescer. Uma caminhada em torno do quarteirão, alguns minutos extras no chuveiro ou a leitura de um capítulo de um livro podem dar-lhe algum tempinho todos os dias.

Passo 2

Tente entender qual o motivo do choro do seu recém-nascido. Um recém-nascido chora para se comunicar porque não tem outra maneira de fazê-lo. Um bebê chora para dizer-lhe que está com fome, muito frio, muito quente, cansado, estimulado em demasia, entediado, irritado ou desconfortável.

Passo 3

Esforce-se para atender seu bebê com os cuidado necessários antes que ele chore. Por exemplo, quando você perceber que seu bebê está mostrando sinais de cansaço, como esfregar os olhos ou bocejar, pode colocá-lo no berço para um cochilo antes que ele se torne tão cansado que chore por uma hora. Quando você notar que ele chupa os dedos, pode alimentá-lo antes que se torne tão frenético de fome que tenha que se acalmar antes de comer.

Passo 4

Responda prontamente a seu bebê, mas é normal que tenha momentos em que você não consiga fazer seu recém-nascido parar de chorar. Durante as primeiras semanas de vida, um recém-nascido, muitas vezes, chora sem razão compreensível, independentemente do que você pode fazer para acalmá-lo.

Passo 5

Preste atenção aos sintomas de depressão pós-parto, percebendo que esta é uma questão normal após o parto. A depressão pós-parto pode manifestar-se como tristeza, ansiedade, cansaço e choro. Se você sentir tristeza pós-parto, busque o apoio de seu parceiro e da família – muitas vezes apenas receber alguma ajuda extra e apoio pode aliviar esses sentimentos. A depressão pós-parto deve aliviar em cerca de um mês após o parto.

Passo 6

Compartilhe os cuidados do recém-nascido com outra pessoa – o cônjuge, parceiro ou outro membro próximo da família. Ter uma pessoa de confiança a qual você sabe como cuidará do bebê pode fazer você sentir-se apoiada, assim como sentir a divisão de responsabilidades, tornando os cuidados neonatais um pouco menos estressantes e esmagadores.

Passo 7

Coloque o bebê em seu berço e procure ajuda imediatamente se você sentir que está perdendo a paciência. Sentimentos de frustração e raiva ao ponto de ter pensamentos que podem prejudicar o bebê necessitam de intervenção imediata. Chame seu parceiro, um amigo ou membro da família e obtenha ajuda o mais rápido possível – você pode precisar de intervenção profissional ou apenas de algum alívio dos cuidados neonatais.

O grão-de-bico pode reduzir o colesterol?
Por que você acorda sempre à mesma hora

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Ter medo de pessoas: como tratar este problema?

Se você tem medo excessivo de pessoas a tal ponto que isso interfere em sua rotina diária, você pode estar...

Fechar