Crianças e ansiedade de separação

Devo usar um despertador para acordar de manhã?
Ligação entre dores de cabeça e hormônios

A ansiedade de separação é uma condição na qual uma criança fica com medo e nervosa quando longe de casa ou separada de um pai ou cuidador. Ansiedade de separação é comum em crianças com menos de 3-4 anos de idade, mas algumas crianças mais velhas também sofrem de crises. A ansiedade da separação pode ser mais comum no início do ano letivo ou após férias ou feriados da escola, mas pode ser experimentada em qualquer momento.

Olhe para os sinais

O primeiro passo para aliviar a ansiedade de separação é estar consciente do que o seu filho está experimentando. Muitas crianças vão dizer que não querem ir à escola. Ouça o que seu filho está dizendo e olhe para as mudanças de comportamento. A ansiedade de separação pode manifestar-se de formas físicas, como dores de cabeça ou dores de estômago. Ela também pode manifestar-se de outras maneiras, como a recusa em sair do seu lado, lágrimas ou outros medos alheios.

Volte para a rotina

Voltar à escola depois de uma longa pausa é difícil para muitas crianças. Comece a preparar o seu filho para o retorno à escola com alguns dias de antecedência. Volte para a mesma rotina que seu filho estava seguindo durante o ano letivo. Permita que o corpo de seu filho se ajuste a dormir mais cedo se você permitiu que ficasse até mais tarde durante as férias.

Seja consistente

Se o seu filho é cuidado por vários cuidadores verifique se há uma rotina consistente. Rotinas ajudam as crianças a desenvolver a segurança, aprender a autodisciplina e fazem as crianças sentirem-se seguras e confortáveis.

Rotinas também podem impedir birras e colapsos. Rotinas são especialmente importantes para uma criança que experimenta a ansiedade, pois permite que elas se sintam no controle e saibam o que esperar.

Identifique os gatilhos

Preste atenção quando o seu filho está experimentando ansiedade de separação. Se seu filho tem dificuldade para se separar em alguns dias e não em outros, procure padrões.

Muitas crianças têm sentimentos ansiosos ou nervosos quando saem de sua rotina matinal. Tente manter a calma manhã de rotina, positiva e livre de estresse.

Deixe o seu filho falar sobre ele

Dê ao seu filho um espaço seguro para falar sobre seus sentimentos. Ouça as preocupações do seu filho sem dizer-lhe como ele deve se sentir. Às vezes as crianças só precisam de alguém para ouvir e validar seus sentimentos. Seu filho pode contar que há um menino na escola que se comporta de uma forma que o deixa chateado ou está preocupado em ficar em apuros com o professor. Depois que seu filho compartilha seus sentimentos, você e o professor podem fazer um plano em conjunto.

Limites do ajuste e expectativas

Estabelecer limites é importante para ajudar seu filho a se ajustar a voltar para a escola. Tranquilize seu filho dizendo que ele vai ficar bem, para dizer “adeus” e não se atrasar na escola. Deixe o seu filho saber que pode esperá-lo de volta e mantenha a sua palavra. Seu filho precisa saber que pode confiar e depender de você.

Quando se preocupar

A ansiedade de separação normal vai embora por conta própria. Se a ansiedade de separação dura meses ou interfere com outras atividades adequadas à idade, a criança pode estar passando por algo mais grave.

Nesta situação, você pode querer consultar um terapeuta.

Devo usar um despertador para acordar de manhã?
Ligação entre dores de cabeça e hormônios

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Por que piscamos nossos olhos?

Quando crianças, a maioria de nós já fez concursos com irmãos ou amigos sobre quem ficava mais tempo sem piscar....

Fechar