Dez razões pelas quais você não deve beber álcool

Quais frutas ajudam a aumentar o crescimento muscular?
Fatores que podem aumentar o risco de suicídio

O álcool afeta todo o corpo, incluindo cérebro, sistema nervoso, fígado, coração e o bem-estar emocional do indivíduo. Seus efeitos estão diretamente relacionados à quantidade de álcool ingerido. Fatores que influenciam os efeitos do álcool no corpo incluem idade, gênero, história familiar de alcoolismo e quanto e com que frequência o álcool é consumido.

  1. Distúrbios do cérebro
    A ingestão de apenas uma ou duas doses de bebida alcoólica já pode causar visão turva, fala distorcida, tempos de reação mais lentos, memória prejudicada e perda de equilíbrio. Os efeitos de curto prazo desaparecem quando o indivíduo para de beber, mas o abuso de álcool em longo prazo pode causar distúrbios crônicos no cérebro que são graves e debilitantes.
  2. Doenças crônicas graves
    Beber álcool em longos períodos de tempo pode causar hipertensão arterial, cirrose hepática (danos às células do fígado) e pancreatite (inflamação do pâncreas).
  3. Ressaca
    Uma ressaca é um conjunto de sintomas desagradáveis ​​que ocorrem depois de beber muito álcool, geralmente na manhã após uma noite de intensa ingestão de álcool. Uma ressaca pode ser caracterizada por fadiga, sede, náuseas, vômitos, dor de cabeça, dores musculares, tonturas, pulso rápido, sensibilidade à luz e ao som, distúrbios do humor e olhos injetados.
  4. Câncer
    O consumo de álcool em longo prazo está associado a um maior risco de certos tipos de câncer, incluindo câncer de fígado, boca, garganta, laringe, esôfago e mama. Os bebedores que também fumam estão em maior risco de desenvolver câncer.
  5. Defeitos de nascença
    As mulheres grávidas não devem beber, mas cerca de uma em cada 12 mulheres grávidas nos Estados Unidos notifica o consumo de álcool. Expor o feto ao álcool pode causar defeitos de nascença no cérebro, coração e outros órgãos.
  6. Prejuízo
    O consumo de álcool retarda o tempo de reação e prejudica o julgamento e a coordenação. Os indivíduos sob a influência do álcool são mais propensos a estarem envolvidos em acidentes com veículos motorizados; atos violentos, como abuso infantil; assassinato e suicídio; quedas; afogamento; queimaduras; e lesões causadas por armas de fogo.
  7. Dependência
    Os jovens que usam álcool antes dos 15 anos de idade são cinco vezes mais propensos a se tornarem dependentes do álcool do que os adultos que começam a beber aos 21 anos. Outros fatores incluem gênero e história familiar de alcoolismo.
  8. Calorias vazias
    Uma única cerveja de 350 ml, um copo de vinho de 140 ml ou um gole de 45 ml de algumas bebidas alcoólicas tem cerca de 150 calorias. Estas são calorias vazias que não contêm nutrientes benéficos.
  9. Pobre qualidade de vida
    Beber álcool pode afetar seu bem-estar financeiro, profissional e emocional. O abuso de álcool em longo prazo está associado a problemas psiquiátricos como depressão, ansiedade e transtorno de personalidade antissocial.
  10. Morte
    O consumo excessivo de álcool é um padrão de consumo de álcool em uma única ocasião – geralmente em duas horas – que aumenta a concentração de álcool no sangue para 0,08% ou mais. Beber álcool com muita rapidez e em quantidades excessivas deprime o sistema nervoso, causando apagões, convulsões, coma e até a morte.
Quais frutas ajudam a aumentar o crescimento muscular?
Fatores que podem aumentar o risco de suicídio

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Os diversos benefícios da psicoterapia

A psicoterapia, ou terapia de conversa, pode desempenhar um papel crítico no tratamento de muitas condições de saúde mental e...

Fechar