Erva Cidreira - Efeitos Secundários
Couve - Escolher e Conservar

O uso de ervas é uma abordagem muito reconhecida para fortalecer o corpo e tratar doenças.

As ervas, no entanto, contêm substâncias activas que podem desencadear efeitos colaterais e interacções com outras ervas, suplementos ou medicamentos.

Por estas razões, deve tomar-se cuidado com as ervas que se utilizam e sempre sob a supervisão de um especialista em cuidados de saúde e experiente no campo da medicina botânica.

A efedrina pode produzir efeitos colaterais, como irritabilidade, agitação, ansiedade, insónia, dores de cabeça, náuseas, vómitos e problemas urinários.

Os efeitos colaterais mais sérios incluem pressão alta, batida do coração rápida ou irregular, acidente vascular cerebral, convulsões, dependência e até mesmo morte.

O uso da efedrina deve ser interrompido imediatamente e o médico assistente contactado prontamente, se forem sentidos alguns daqueles efeitos adversos.

Não se deve tomar ephedra se uma pessoa sofrer das seguintes situações: ansiedade, depressão, hipertensão, glaucoma, doença cardíaca, alargamento da próstata, dificuldade em urinar, convulsões, alterações na circulação sanguínea para o cérebro, distúrbios psiquiátricos, perturbação da tiróide ou diabetes.

Aqueles que tomam remédios para a hipertensão ou depressão e as mulheres que estão grávidas ou a amamentar, devem evitar a efedrina e os alcalóides da efedrina.

Para determinar se a efedrina é segura e adequada, deve-se consultar um profissional de saúde experiente.

Erva Cidreira - Efeitos Secundários
Couve - Escolher e Conservar