Ingestão de sal faz mal à gota

Por setembro 19, 2017 Taís Sem Comentários
Interação entre café e medicamentos para a tireoide
Os benefícios do ácido gama-linolênico

Gota, um tipo de artrite, afeta predominantemente homens e poucas mulheres após o início da menopausa. Cerca de 3,4 milhões de homens sofrem de gota nos Estados Unidos. Com uma forte associação encontrada entre dieta e crise de gota, fazer uma mudança na alimentação pode oferecer uma solução para o inchaço das articulações dolorosas em quem sofre de gota.

A história da gota

Anteriormente, a gota era conhecida como a “doença do homem rico” porque era comumente associada com a abundância de alimentos caros na alimentação de pessoas que eram capazes de pagar por eles. Como a pesquisa progrediu, agora somos capazes de ver que a gota pode se manifestar como resultado de dieta, estresse, álcool ou drogas, fome ou presença de outras doenças. Agora sabemos que a gota pode afetar pessoas de variados níveis socioeconômicos e as recomendações dietéticas são transversais a todos os dados demográficos, com o objetivo comum de prevenção de complicações.

O que é gota?

A gota é uma doença metabólica em que níveis elevados de ácido úrico resultam em sintomas semelhantes aos da artrite. A purina, um composto encontrado em todas as células – incluindo alimentos – cria o ácido úrico. Mais comumente, inchaço, dor, vermelhidão na grande articulação de dedos, tornozelos, joelhos aparecem quando os níveis de ácido úrico aumentam no fluido da articulação sinovial. Ataques de gota podem ser agudos, com duração de 3 a 10 dias, no entanto, a gota também pode se tornar crônica, como resultado de ataques frequentes de dor e inchaço.

Ingestão de sal

Embora pouca investigação tenha sido conduzida sobre o impacto direto da ingestão de sódio sobre a gota, várias comorbidades sensíveis ao consumo de sal, tais como doença renal, diabetes, hipertensão e cálculos renais, apontam para a importância de uma dieta com baixo teor de sódio. Uma pesquisa publicada afirma que a redução da ingestão de sal reduz significativamente a ocorrência de pedras nos rins em pessoas que sofrem de gota.

Recomendações dietéticas

Além de uma dieta baixa em sódio, quem sofre de gota deve preferir consumir uma dieta bem equilibrada alta em produtos lácteos com baixo teor de gordura, frutas, vegetais, e pobre em frutos do mar, carne bovina, suína e carnes de caça selvagem. O consumo de proteínas, principalmente da clara de ovo, nozes, manteiga de amendoim e queijo cottage de baixo teor de gordura não está ligado a um aumento da incidência de gota. Abster-se de álcool também é recomendado para evitar crises de gota.

Interação entre café e medicamentos para a tireoide
Os benefícios do ácido gama-linolênico

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Os benefícios de Sacha inchi

Sacha inchi (Plukenetia volubilis) é uma planta que produz grandes sementes comestíveis ricas em ácidos graxos ômega-3 e proteínas. Nativa...

Fechar