Os benefícios da quercetina

Por setembro 11, 2017 Taís Sem Comentários
Os benefícios do ácido gama-linolênico
Os benefícios da erva Coptis chinensis

O que é quercetina?

A quercetina é um produto químico encontrado naturalmente em uma série de alimentos (incluindo maçãs, cebolas, chás, frutas e vinho tinto) e em algumas ervas (tais como ginkgo biloba e erva-de-são-joão).

A quercetina atua como um antioxidante, na eliminação de radicais livres (subprodutos químicos conhecidos por prejudicar as membranas celulares e danificar o ADN). Disponível como um suplemento dietético, a quercetina também possui propriedades anti-histamínicas e anti-inflamatórias.

Usos

Na medicina alternativa, a quercetina é indicada para ajudar com as seguintes condições:

  • Alergias
  • Doença cardiovascular
  • Inflamação
  • Constipações

Benefícios

Até agora, o apoio científico para os benefícios da quercetina é inexistente. Mas acredita-se que ela seja boa para:

1) Alívio da alergia

A quercetina é usada para prevenir a libertação de histamina a partir de determinadas células do sistema imunológico (substância química inflamatória, a histamina está envolvida nos sintomas alérgicos, tais como espirros e prurido).

Embora experimentos de laboratório sugiram que a quercetina possa ajudar a combater alergias, um estudo advertiu que não há bons dados de pesquisa clínica sobre o uso de quercetina para pacientes com rinite alérgica.

2) Pressão arterial alta

Em um estudo com 41 adultos, os investigadores descobriram que tomar 730 mg de quercetina por dia, durante 28 dias, reduziu a pressão sanguínea em pessoas com hipertensão. No entanto, a pressão sanguínea não foi alterada em membros de estudo com pré-hipertensão (uma condição caracterizada por uma pressão arterial ligeiramente elevada).

3) Resistência atlética

A quercetina pode ser melhor do que um placebo quando se trata de melhorar o desempenho atlético, de acordo com um estudo feito em 30 homens saudáveis. Para o estudo, alguns participantes consumiram uma bebida para desportistas contendo 250 mg de quercetina, quatro vezes por dia, durante até 16 dias, enquanto o grupo de placebo bebeu a mesma bebida sem quercetina.

Os resultados mostraram que a suplementação de quercetina em curto prazo não conseguiu melhorar o desempenho no ciclismo e a capacidade dos músculos para sintetizar energia.

4) Síndrome de dor pélvica crônica

Os resultados de um estudo duplo-cego, randomizado, controlado por placebo, indicam que o uso de suplementos de quercetina pode melhorar os sintomas na maioria dos homens com síndrome de dor pélvica crônica. O estudo envolveu 30 homens com prostatite, uma condição que envolve inflamação da glândula da próstata.

5) Quercetina e câncer

Estudos em culturas celulares mostraram que a quercetina pode ajudar a retardar o crescimento de alguns tipos de células cancerosas. Além do mais, algumas pesquisas de origem animal indicam que a quercetina pode proteger contra certos tipos de câncer (como o câncer do cólon). No entanto, uma vez que há atualmente uma carência de estudos humanos sobre os efeitos de combate ao câncer de quercetina, é muito cedo para dizer se ela pode desempenhar um papel significativo na prevenção do câncer.

Por enquanto, a recomendação geral é incluir alimentos que contenham quercetina como parte de uma dieta equilibrada, com ênfase em frutas, verduras, legumes e grãos integrais.

6) Quercetina e bromelina

Ao ingerir quercetina na forma de suplemento pode ser vantajoso escolher um produto que também contenha papaína e/ou bromelaína (enzimas derivadas de plantas que demonstraram aumentar a absorção de quercetina pelo intestino).

Os benefícios do ácido gama-linolênico
Os benefícios da erva Coptis chinensis

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Salsa melhora a digestão?

Salsa (Petroselinum crispum) é uma erva por vezes utilizada para fins medicinais. Normalmente consumida como um alimento, está também disponível...

Fechar