Os diversos benefícios da psicoterapia

Efeitos para a saúde das águas em garrafas plásticas
O que é um agente cancerígeno?

A psicoterapia, ou terapia de conversa, pode desempenhar um papel crítico no tratamento de muitas condições de saúde mental e emocional, como depressão e transtorno bipolar. De acordo com um novo estudo, mesmo algumas sessões com um terapeuta podem reduzir o risco de suicídio entre indivíduos em risco.

O estudo analisou dados de saúde de mais de 65 mil pessoas que anteriormente tentaram suicídio, dos quais quase 6 mil receberam seis a dez sessões de psicoterapia em clínicas de prevenção de suicídios. Durante o primeiro ano, as pessoas que receberam a terapia foram 27% menos propensas a tentar o suicídio novamente. Após cinco anos, houve 26% menos suicídios no mesmo grupo de psicoterapia.

A pesquisa mostrou que a terapia de conversa pode ter muitos outros benefícios potenciais, mesmo os físicos. Entre eles:

Menos dor nas costas

A terapia cognitiva comportamental (TCC) feita em grupo melhora significativamente a dor lombar crônica. A TCC é uma forma pró-ativa de psicoterapia que visa a reformular pensamentos negativos e autodestrutivos para produzir comportamentos positivos.

Para o estudo, 701 pessoas com dor lombar crônica receberam seis sessões de TCC de 90 minutos com tratamento padrão. Durante as sessões de TCC em grupo, as pessoas discutiram seus pensamentos sobre a realização de atividades físicas e refletiram sobre pensamentos negativos em relação à dor nas costas e suas consequências. As sessões também tentaram ajudar as pessoas a superarem o medo de ferir-se ainda mais e aprender maneiras seguras de se atualizar novamente. As pessoas que receberam TCC com tratamento padrão tiveram uma melhora significativa nas pontuações de dor e incapacidade.

Melhores cuidados de fim de vida

A terapia de dignidade, uma psicoterapia de curto prazo que se concentra nas realizações de uma pessoa e em esperanças para os entes queridos, pode melhorar a qualidade de vida entre as pessoas que recebem cuidados de fim de vida.

Durante uma sessão de terapia de dignidade, um terapeuta envolve o paciente em uma conversa sobre os aspectos importantes de suas vidas e como eles querem ser lembrados. A conversa é então transcrita e dada ao paciente para ele decidir se quer compartilhá-la com familiares e amigos.

Para o estudo, 441 pacientes receberam terapia de dignidade, cuidados paliativos padrão ou cuidados centrados no paciente. As pessoas que receberam a terapia da dignidade foram mais propensas a dizer que a terapia foi útil para elas e relataram melhoria da qualidade de vida e um maior senso de dignidade. Os pacientes disseram que a terapia também mudou como os membros da família os viam e apreciavam.

Melhor saúde cardíaca, menos depressão

Pacientes com insuficiência cardíaca e depressão têm quatro vezes mais risco de morrer, e mais de 1 milhão de adultos nos Estados Unidos têm insuficiência cardíaca e depressão clínica. Por que a doença cardíaca e a depressão estão ligadas? A depressão desencadeia uma inflamação crônica que aumenta o risco de doença cardíaca. A depressão após um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral é comum e pode contribuir para o dano cardíaco adicional.

Efeitos para a saúde das águas em garrafas plásticas
O que é um agente cancerígeno?

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Benefícios do chá-verde e do gengibre para a saúde

Tanto o chá-verde como o gengibre foram promovidos para a categoria dos alimentos benéficos para a saúde por meio de...

Fechar