Propriedades do Cravinho
Panax Ginseng - Benefícios para a Saúde

O pilriteiro contém muitas substâncias que podem beneficiar o coração.

Estes antioxidantes flavonóides – incluindo OPCs – podem ajudar a dilatar os vasos sanguíneos, melhorar a circulação sanguínea e proteger os vasos sanguíneos contra diversos danos.

As bagas, folhas e flores do pilriteiro são utilizados para fins medicinais.

A maioria das preparações modernas usa as folhas e as flores, que são reconhecidas por conterem mais flavonóides do que as bagas.

O pilriteiro é usado para combater doenças cardíacas e ajudar a controlar a pressão alta e o colesterol elevado.

Insuficiência Cardíaca

O pilriteiro tem sido amplamente estudado em pessoas com insuficiência cardíaca (uma condição na qual o coração não consegue bombear o sangue suficiente para os outros órgãos do corpo).

Vários estudos concluíram que o pilriteiro melhora significativamente a função cardíaca.

Outros estudos também descobriram que a erva pode melhorar a capacidade de praticar exercício em pessoas com insuficiência cardíaca.

Os participantes nos estudos relataram que o pilriteiro melhorou expressivamente os sintomas da doença (tais como falta de ar e cansaço).

Uma pesquisa efectuada descobriu que o extracto do pilriteiro (900 miligramas/dia), tomado durante 2 meses foi tão eficaz, quanto as baixas doses de captopril (medicamento prescrito para o coração) que causa a melhoria dos sintomas de insuficiência cardíaca.

Um grande estudo revelou que um suplemento de pilriteiro padronizado foi eficaz em 952 pacientes com insuficiência cardíaca.

Este estudo comparou os métodos convencionais de tratamento da insuficiência cardíaca com diferentes medicações e com o pilriteiro isoladamente.

Após dois anos, os sintomas clínicos de insuficiência cardíaca (palpitações, problemas de respiração e fadiga) haviam diminuído significativamente nos pacientes que tinham tomado o suplemento de pilriteiro.

A insuficiência cardíaca é uma situação muito séria, por isso nunca se deve tentar fazer um auto-tratamento com o pilriteiro.

Deve-se isso sim, perguntar ao médico assistente se o pilriteiro é a solução mais indicada para a situação clínica existente.

Dor no Peito (Angina)

Algumas evidências preliminares sugerem que o pilriteiro pode ajudar a combater a dor no peito (angina), que é causada pelo baixo fluxo sanguíneo que irriga o coração.

Num estudo recente, 60 pessoas com angina de peito receberam durante três semanas, ou 180 miligramas/dia de extracto de pilriteiro ou placebo (fármaco ou procedimento inerte que apresenta efeitos terapêuticos devido aos efeitos fisiológicos da crença do paciente de que está a ser tratado).

Aqueles que receberam o extracto de pilriteiro melhoraram o fluxo de sangue no coração e também foram capazes de se exercitar por longos períodos de tempo, sem sofrerem dores no peito.

No entanto, mais estudos são necessários para afirmar com certeza se o pilriteiro é realmente eficaz.

Pressão Arterial Elevada

Embora o pilriteiro não tenha sido estudado especificamente em pessoas com pressão arterial elevada, algumas pensam que os seus benefícios no tratamento de doenças do coração, podem também ajustar-se ao tratamento da pressão arterial elevada (vulgo, hipertensão).

No entanto, até agora, nenhuma investigação foi realizada para poder garantir que o pilriteiro é seguro na redução da pressão arterial elevada e, em caso afirmativo, em que medida.

Num estudo efectuado, apurou-se que o extracto de pilriteiro foi eficaz para combater a hipertensão em pessoas com diabetes tipo 2, as quais estavam a tomar os medicamentos normais para esta enfermidade.

Os participantes tomaram 1.200 miligramas de extracto de pilriteiro ou placebo, diariamente, durante 16 semanas.

Os que ingeriram o extracto de pilriteiro apresentaram pressões arteriais regularizadas, ao invés dos que tomaram o placebo.

Se alguém tiver pressão arterial elevada, deve conversar com o médico assistente antes de tomar o pilriteiro.

Propriedades do Cravinho
Panax Ginseng - Benefícios para a Saúde