Qual é o seu tipo de raiva?

Efeitos para a saúde das águas em garrafas plásticas
Benefícios do chá-verde e do gengibre para a saúde

A raiva pode ser uma emoção desagradável para se lidar, mas é uma parte normal e saudável do ser humano. Se você expressá-la de forma saudável, a ira serve como uma poderosa força motivadora.

Mas a raiva crônica pode aumentar seu risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. Antes que você possa resolver os problemas que te deixaram raivoso, ajuda conseguir, primeiro, determinar seu tipo de raiva. Aqui estão sete perfis comuns da raiva, bem como dicas para gerenciar seus sentimentos de hostilidade.

Raiva passiva

Se no fundo você está irritado, mas não disse isso em voz alta ou ainda não o reconheceu, você pode ter uma raiva passiva ou resistente. Às vezes, manifestando-se como sarcasmo ou fazendo declarações agressivas passivas, esse tipo de raiva é difícil de identificar e pode causar estragos na sua saúde.

Quando você mantém os sentimentos “engarrafados”, seu corpo está tenso o tempo todo. Seu sistema imunológico enfraquece e você está em maior risco de doença cardíaca, câncer, osteoartrite, ou mesmo disfunção da articulação temporomandibular e condições da pele. Não é incomum que esse tipo de pessoa atinja seu limite um dia.

As pessoas que se encaixam no perfil da raiva passiva devem praticar a expressão das emoções de maneira saudável, como o desabafo com amigos. Outra maneira de quebrar o ciclo de raiva passiva é engajar-se em atividades físicas para diminuir o estresse geral.

Raiva volátil

Você fica raivoso no trânsito quando está ao volante? Pode estar passando por uma raiva volátil ou sua forma mais séria, o transtorno explosivo intermitente. As pessoas com transtorno explosivo intermitente têm episódios de agressão, comportamento violento ou explosões verbais irritadas que são grosseiramente desproporcionais à situação. No transtorno explosivo intermitente, as pessoas têm ataques repentinos e extremos de raiva que não têm relação com o caráter delas, quase como uma convulsão.

A raiva volátil é ligeiramente mais comum nos homens e naqueles com problemas de abuso de substâncias. Esse tipo de raiva coloca as pessoas em risco de cometer danos à propriedade, violência contra os outros e de ter problemas com as relações interpessoais. É importante buscar ajuda profissional para os padrões desse tipo de raiva e ter cautela se alguém ao seu redor estiver propenso a isso.

A raiva volátil nunca deve ser uma forma aceita de expressão da raiva.

Raiva crônica

Você está com raiva há alguns meses? Então você pode estar com o perfil de raiva crônico ou habitual. Ao longo do tempo, esse tipo de raiva enfraquece o sistema imunológico e causa condições de saúde como hipertensão e doenças cardiovasculares.

Uma pessoa com esse perfil tem o hábito da raiva. Acorda chateada e move-se com raiva de uma coisa para a outra, ajustando o dia em sua mente como se pensasse “Aqui vamos novamente”. Esse tipo de pessoa está sempre procurando algo para se irritar. Se você está cronicamente com raiva, pode encontrar ajuda em um grupo de apoio à gestão da raiva ou trabalhar a questão com um terapeuta. Se não for tratada, esse é o tipo de pessoa que acaba tendo problemas com a lei ou alienando-se da família e dos amigos.

Efeitos para a saúde das águas em garrafas plásticas
Benefícios do chá-verde e do gengibre para a saúde

Poste um comentário

Leia o post anterior:
Benefícios do chá-verde e do gengibre para a saúde

Tanto o chá-verde como o gengibre foram promovidos para a categoria dos alimentos benéficos para a saúde por meio de...

Fechar