Beleza > Como Equilibrar os seus 7 Chakras

Como Equilibrar os seus 7 Chakras

  • 0
  • setembro 24, 2019

Em Sânscrito, a palavra Chakras se traduz literalmente para “roda”, e cada chakra é pensado como uma roda de energia dentro de uma parte diferente do corpo. A professora de yoga mestre Sarah Platt-Finger, a co-fundadora da ISHTA Yoga de Nova Iorque, gosta de pensar em cada uma delas como a “sede” de um elemento diferente no corpo.

“Todos os elementos existem dentro de nós”, diz ela, “e também têm diferentes qualidades que se refletem através das nossas emoções e da nossa personalidade”. Existem sete chakras que vão desde a base do cóccix até à coroa da cabeça, e cada um está associado a um elemento diferente, bem como características físicas e psicológicas.

A filosofia iogue dita que você pode ter excesso ou deficiência em cada um, e os desequilíbrios se manifestam de maneiras diferentes. Quando os seus chakras estiverem todos equilibrados, você viverá mais feliz e saudável, diz a sabedoria antiga. É claro que tudo isso é filosofia, não confundir com qualquer tipo de compreensão científica moderna do que está acontecendo em seu corpo.

Como equilibrar os seus 7 chakras

1. O Chakra Raiz (Muladhara)

O primeiro chacra tem tudo a ver com necessidades de sobrevivência física e emocional e nosso senso de estabilidade e ancoragem, diz Platt-Finger. Ele existe na base da coluna vertebral (daí o nome) e está ligado ao elemento terra. Excessivo: sentimentos de ganância, teimosia e peso.
Deficiente: vago e desconectado de suas necessidades físicas
Como equilibrar: A meditação pode ser usada para estabelecer um sentido de fundamentação.

Leia também  Caminhadas ao ar livre: Por que é são boas para o Corpo e Mente

2. O Chakra Sacral (Svadishthana)

O chacra sacral está associado ao elemento água, e é tudo sobre o fluxo de criatividade e paixão. “Este chakra lida com os nossos apegos e as nossas aversões, e os nossos gostos e desgostos”, diz Finger. Como você provavelmente pode adivinhar a partir de sua localização na região pélvica, também está ligada à sensualidade e sexualidade.
Excessivo: hiper-sexual, facilmente cedendo à tentação
Deficiente: incapacidade de experimentar o prazer
Como equilibrar: Mantenha uma vida sexual saudável e mostre respeito pelo seu corpo.

3. O Plexus Chakra Solar (Manipura)

“O terceiro chakra é muito sobre transformação”, explica Finger. “É como somos capazes não só de metabolizar a nossa comida, mas também de metabolizar os nossos pensamentos e as nossas emoções para que tenhamos este sentido de individualidade e independência no mundo.” Localizado logo acima do umbigo e representado pelo elemento fogo, quando o terceiro chakra está em equilíbrio, você terá um forte senso de autonomia, auto-estima e capacidade de perseverar.
Excessivo: sensações de cabeça quente e arrogância
Deficiente: timidez
Como equilibrar: Tente asanas do yoga como o pose do barco e os poses do guerreiro, e focalize na digestão saudável.

Leia também  Riscos e benefícios de pesos no tornozelo

4. O Chakra do Coração (Anahata)

Associado ao elemento ar, o chacra do coração serve como uma espécie de ponte entre os chacras inferior e superior. Trata-se de criar harmonia e equilíbrio, e como sua localização (no peito) e nome sugerem, ele lida com muitas emoções, incluindo o amor por nós mesmos e pelos outros, diz Finger.
Excessivo: excessivamente preocupado com os outros
Deficiente: falta de emoção ou compaixão
Como equilibrar: Tente abrir o coração em poses de yoga e adicionar um mantra em sua meditação, com o som “yum” que se correlaciona com o quarto chakra.

5. O Chakra da Garganta (Vishuddha)

O quinto chacra é tudo sobre como nos comunicamos com aqueles ao redor quando se está em equilíbrio, somos capazes de falar nossas próprias verdades e ouvir as dos outros com eficiência, diz Finger. No corpo, este chakra está associado com a coluna cervical, pescoço e regiões da garganta.
Excessivo: demasiado falador e incapaz de estar em silêncio
Deficiente: incapaz de comunicar ou de se expressar eficazmente
Como equilibrar: Praticar estratégias de escuta ativa. Use afirmações para estabelecer o que você quer dizer antes de se comunicar.

6. O Terceiro Chakra do Olho (Ajna)

Em Sânscrito, o nome do sexto chakra traduz-se para “comando”, por isso não é de admirar que esteja associado com a glândula pituitária. Sua intuição, sua imaginação e suas percepções pessoais do mundo exterior são todas governadas pelo chakra do terceiro olho, explica Finger.
Excessivo: percepções distorcidas
Deficiente: incapaz de ver as coisas de uma nova maneira
Como equilibrar: Este chakra é melhor balanceado por técnicas de meditação e respiração.

Leia também  Qual é o batimento cardíaco para um Homem de 70 anos de idade durante o Exercício?

7. O Chakra da Coroa (Sahasrara)

O sétimo e último chakra está localizado no topo da cabeça. Finger descreve este chakra como, “o que nos permite conectar a todas as coisas, em particular, a um reino de formas sem nome, sem forma, sem fronteiras, que não está realmente no mundo físico, mas neste reino mais cósmico”. Essencialmente, o chacra da coroa é o que lhe permite conectar-se à sua espiritualidade e a algo mais profundo do que apenas a si mesmo.
Excessivo: um sentimento de desconexão do mundo material
Deficiente: falta de fé ou de espiritualidade
Como equilibrar: Aprenda a abraçar o silêncio e praticar técnicas de respiração meditativa e inversões.

Pedro Silva

Sobre Pedro Silva

O Pedro Silva é o editor chefe do i-legumes.net, especialista em nutrição. Ele é apaixonado por ajudar as pessoas a alcançar seus objetivos de saúde e bem-estar.

Deixe um Comentário

pt_BRPortuguês do Brasil
es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil

Fique por dentro das últimas dicas sobre dieta, exercício e vida saudável.