Dieta > Efeitos nocivos da maconha na boca

Efeitos nocivos da maconha na boca

  • 0
  • setembro 17, 2019

Cerca de 8,1 milhões de pessoas nos Estados Unidos usam maconha, diariamente ou quase diariamente, relata a Pesquisa Nacional sobre Uso de Drogas e Saúde de 2013. Como o tabaco, o fumo da marijuana contém altas concentrações de muitos produtos químicos, e alguns deles são substâncias conhecidas causadoras de câncer. Esses produtos químicos colocam os fumantes de maconha em risco para muitos dos mesmos problemas bucais causados pelo tabagismo – doenças gengivais, boca seca, cárie dentária e câncer bucal.

Boca Seca e Cáries dos Dentes

Usar marijuana — fumada ou ingerida — reduz a quantidade de saliva produzida na boca devido aos seus efeitos no sistema nervoso. Com o uso frequente, este efeito pode resultar em uma condição desconfortável chamada boca seca, ou xerostomia. Sem saliva suficiente para lavar os alimentos e as bactérias dos dentes e gengivas, a xerostomia pode causar mau hálito e feridas na boca. Além disso, uma boca seca promove cárie dentária e possível perda dentária se a cárie não for tratada prontamente.

Leia também  Frutas que contêm glicose

Doença da gengiva

Assim como os fumantes de tabaco, os fumantes de maconha podem estar em risco de desenvolver doenças gengivais – também conhecida como doença periodontal. A doença periodontal ocorre quando as bactérias orais podem florescer na boca, causando inflamação do tecido gengival e do osso que envolve os dentes. Sem tratamento, a gengivite pode levar à perda de dentes. Ter a boca seca devido ao fumo da maconha também contribui para o desenvolvimento da doença periodontal.

Câncer Oral

Tanto o fumo do tabaco como o da marijuana contêm produtos químicos cancerígenos, incluindo hidrocarbonetos aromáticos, benzopireno e nitrosaminas. Os usuários de maconha, que freqüentemente fumam maconha durante longos períodos de tempo, têm um risco maior de desenvolver câncer bucal, de acordo com um estudo publicado na edição de janeiro de 2014 da revista “Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention”. é fumado diretamente pode irritar os tecidos orais e provocar alterações celulares – potencialmente levando ao desenvolvimento de lesões pré-cancerosas na boca. O uso combinado de tabaco e maconha pode aumentar ainda mais o risco de câncer bucal, pois o uso de tabaco é um forte fator de risco para essa doença.

Leia também  A Dieta de 3 horas

Evitar e Tratar Problemas

Uma boa higiene bucal, como escovação com creme dental com flúor e uso de fio dental diariamente, juntamente com visitas regulares ao dentista podem ajudar a minimizar as complicações orais associadas ao fumo de maconha. Durante os exames de rotina, os dentistas examinam o câncer bucal, verificam se há cárie dentária e gengivite e podem fazer sugestões sobre como lidar com a boca seca. Ver um dentista prontamente ao primeiro sinal de um problema pode impedir que pequenos problemas se tornem complicações graves.

Leia também  Diet Pepsi - Valor Nutricional

Mais Artigos

Pedro Silva

Sobre Pedro Silva

O Pedro Silva é o editor chefe do i-legumes.net, especialista em nutrição. Ele é apaixonado por ajudar as pessoas a alcançar seus objetivos de saúde e bem-estar.

Deixe um Comentário

pt_BRPortuguês do Brasil
es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil

Fique por dentro das últimas dicas sobre dieta, exercício e vida saudável.