Nutrição > Minerais > Quanto magnésio e cálcio para reverter a osteoporose grave?

Quanto magnésio e cálcio para reverter a osteoporose grave?

  • 0
  • setembro 4, 2011

Visão global

 De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a osteoporose é um problema da saúde global, e encontra-se em crescimento, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares.

Os indivíduos com osteoporose têm um tecido ósseo frágil e vulnerável a fracturas. Mas, sendo o osso um tecido vivo, este tem uma notável capacidade natural para se reconstruir, desde que esteja dotado dos nutrientes necessários e estejam presentes outros factores que mais à frente iremos mencionar. Um exemplo dos tais nutrientes são o magnésio e o cálcio que contribuem para que se tenham ossos fortes e saudáveis.

Osteoporose

Osteoporose é uma palavra que significa literalmente "ossos porosos". Entre os factores que contribuem para a osteoporose estão a alimentação inadequada,a incapacidade de adquirir o pico de massa óssea antes dos 20 anos de idade, e o ser fisicamente inactivo.

Leia também  Coma saudável durante o Natal

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, não há sintomas evidentes de osteoporose, e muitas pessoas não sabem que têm a doença até que tenham uma fractura. Mais uma vez referimos, que de entre os muitos nutrientes que ajudam a construir e a manter os ossos saudáveis devem predominar o cálcio, a vitamina D, o magnésio e o fósforo.

Magnésio

Existe magnésio  em abundância no corpo humano, sendo que 50 % da sua totalidade se encontra concentrada nos ossos. Somente cerca de 1% se encontra no sangue, e o restante é encontra-se nas células e órgãos vitais.Uma informação sobre o magnésio é que este realiza mais de 300 funções metabólicas no corpo, e de acordo com os Institutos Nacionais de Saúde, a dose recomendada suplementar para os homens é de cerca de 420 mg por dia, e cerca de 320 mg para as mulheres.

Leia também  Grainha de Uva - Benefícios

Cálcio

O cálcio é o mineral mais abundante no corpo humano, com cerca de 99 % deste a localizar-se nos ossos.

De acordo com o Instituto Linus Pauling, além de seu papel na saúde óssea, o cálcio desempenha papeis vitais na função cardíaca, na contração muscular e no funcionamento do sistema nervoso. Quando o cálcio disponível no organismo é muito baixo, o corpo recorre às reservas de cálcio do esqueleto para manter os níveis de sangue normal.

A Academia Nacional de Ciências recomenda a ingestão de 1g de cálcio por dia para adultos.

Outros factores 

Para além da ingestão de grandes quantidades de cálcio e magnésio ser importante para o não desenvolvimento da osteoporose, também outros factores estão em jogo para a construção de ossos fortes.

Leia também  Os Benefícios da Spirulina

Assim, é relevante mencionar o papel essencial da  vitamina D na absorção do cálcio. Sem a vitamina D, o cálcio sozinho não aumenta significativamente a densidade mineral óssea. É de realçar que o corpo só produz vitamina D naturalmente quando a pele é exposta à luz solar, mas esta vitamina também pode ser obtida a partir de alimentos fortificados com vitamina D e suplementos.

Para estimular o crescimento do novo tecido ósseo é também importante a prática de exercicicos com pesos.

 

Liliana Monteiro

Sobre Liliana Monteiro

Liliana é Editora no i-legumes.net. É uma apaixonada por legumes e frutas e fã de mercados de agricultores. A Liliana particularmente adora tomate, figos frescos e qualquer coisa com abóbora! Seu amor por uma boa saúde leva-a a exercitar diariamente. Algumas de suas rotinas de treino favoritos incluem caminhada, corrida e yoga.

Deixe um Comentário

pt_BRPortuguês do Brasil
es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil

Fique por dentro das últimas dicas sobre dieta, exercício e vida saudável.